Colaboradores do Hospital São João Batista recebem orientações sobre trânsito

Equipe da Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma tem atuado na orientação e prevenção de acidentes

- PUBLICIDADE -

Profissionais da equipe de Educação para o Trânsito da Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) de Criciúma estiveram no Hospital São João Batista repassando aos funcionários da instituição orientações sobre direção defensiva, embriagues ao volante, excesso de velocidade, uso de cinto de segurança, uso da cadeirinha para crianças e uso de aparelho celular no trânsito.

De acordo com o coordenador de Educação em Trânsito da DTT de Criciúma, Rodrigo Uliano, a palestra também serviu para alertar os profissionais do hospital sobre as principais imprudências cometidas pelos motoristas nas vias públicas de Criciúma. “Orientamos pontos básicos e ao mesmo tempo necessários para a garantia de um trabalho seguro, tanto para colaboradores quanto para motoristas e pedestres. Nossa meta é trabalhar a prevenção, por isso mostramos o quanto os motoristas precisam evoluir para termos um trânsito mais seguro”, comenta.

- PUBLICIDADE -

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) traz no artigo 320, que parte da verba arrecadada com multas de trânsito devem ser aplicadas em diversas áreas, mas entre elas, a educação para o trânsito.

Para o gerente de Educação em Trânsito da DTT de Criciúma, Rémerson Luiz Vicência, e educação para o trânsito tem colaborado fortemente para que os motoristas e pedestres aprendam viver, conviver e se relacionar no trânsito. “Essas ações de conscientização são fundamentais para alertar a população sobre seu comportamento no trânsito. Estamos buscando expandir esse trabalho, por isso é importante que escolas e empresas estejam com suas portas abertas para abordarmos este tema. Não estamos aqui somente para ensinar regras, mas para mostrar que a mudança de comportamento vai possibilitar mais segurança para motoristas e pedestres”, relata.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.