Centro de Treinamento da Epagri sedia curso de Jovens Rurais

O curso é voltado para a formação de jovens agricultores das Regiões de Criciúma e Araranguá, que formaram duas turmas, uma focada em horticultura (olericultura e fruticultura) e outra em pecuária.

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

O Centro de Treinamentos da Epagri de Araranguá (Cetrar) deu início ao Curso de Formação, Gestão, Liderança e Empreendedorismo de Jovens Rurais do Programa SC Rural, do Governo do Estado. O curso é voltado para a formação de jovens agricultores das Regiões de Criciúma e Araranguá, que formaram duas turmas, uma focada em horticultura (olericultura e fruticultura) e outra em pecuária.

Na abertura do curso, pais, jovens e familiares puderam conhecer a estrutura do curso, bem como os instrutores e os assuntos que serão tratados. A coordenadora do curso, engenheira agrônoma Lidiane Camargo, fala sobre as atividades realizadas. “Nossa equipe de instrutores é bem capacitada e pode-se dizer que o nível oferecido é de uma pós-graduação. Nesta primeira semana, os jovens aprenderam sobre formação e fertilidade dos solos. Ainda fizeram uma viagem até Bom Jardim da Serra onde conheceram uma plantação de maçã, que muitos nunca tinham visto. Já em Criciúma, visitaram uma propriedade que produz banana orgânica e acompanharam o processamento dela”.

- PUBLICIDADE -

A coordenadora lembra que as seis excursões programadas terão apoio financeiro da Cooperativa Agropecuária de Jacinto Machado (Cooperja) e da Credija/Sicoob. “Tudo isto para que estes 53 jovens inscritos tenham oportunidades de aprendizagem e vivência que os capacitem a permanecer na atividade rural, caso assim o queiram, com mais conhecimento”, concluiu Lidiane.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Araranguá

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.