Vendas do varejo catarinense crescem 1,83% no Dia dos Namorados

Resultado foi próximo ao projetado antes da data, que previa aumento entre 1 e 2%

Foto: Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

O levantamento da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) revelou que as vendas apresentaram crescimento de 1,83% entre 1º e 12 de junho, período que antecedeu ao Dia dos Namorados. A entidade ouviu 400 empresas associadas, que possuem atuação no varejo, nas 20 cidades catarinenses de maior potencial de consumo. O resultado foi muito próximo do projetado antes da data, que previa aumento entre 1 e 2%.

O movimento de vendas seguiu praticamente a mesma tendência para todas as empresas, sendo que a maioria das respostas (54%) indicou elevação no faturamento, enquanto que 18% acusaram redução e 28% apontaram a manutenção dos índices em relação ao mesmo período do ano passado. O levantamento da FCDL/SC também revelou que as lojas que trabalham com vestuário e calçados foram as mais procuradas na hora de adquirir os presentes, com 56,2% da preferência, seguidas das joalherias e óticas, com 12,5% no volume de vendas.

- PUBLICIDADE -

Entre os meios de pagamento, os cartões de crédito e o crediário foram quase iguais na escolha dos consumidores – 38% e 36%, respectivamente. O tíquete-médio dos presentes adquiridos oscilou entre R$ 100 e R$ 200 para 48,9% dos clientes. De maneira geral, o movimento do Dia dos Namorados não exigiu acréscimo em prolongamento de jornada ou contratação de funcionários temporários, pois apenas 28% dos estabelecimentos consultados trabalharam com horário estendido.

Por fim, 88% dos empresários ou executivos responderam que a atual instabilidade política brasileira tem influenciado no seu negócio, ressaltando que a falta de confiança tem mantido os negócios instáveis.

Praças das empresas consultadas pela FCDL/SC: Florianópolis, Joinville, Blumenau, Criciúma, Itajaí, Chapecó, Jaraguá do Sul, Balneário Camboriú, Lages, Palhoça, Brusque, São Bento do Sul, Caçador, Gaspar, Navegantes, Indaial, Joaçaba, Mafra e São Miguel do Oeste.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.