Crianças são incentivadas a terem alimentação saudável

Alunos do CEI Urda Joana Joaquim, do bairro Jardim União, têm atividade prática que mostra benefícios do consumo de frutas e verduras

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Com a rotina corrida, dividida entre trabalho, estudo, afazeres domésticos e cuidado com os filhos, os alimentos industrializados se tornam uma opção rápida para grande parte das famílias. Estes produtos não são saudáveis, mas acabam consumidos em excesso pelas crianças, enquanto as frutas e verduras, que são importantes para o desenvolvimento físico e mental, acabam deixadas de lado. Para mudar essa situação, os alunos do Centro de Educação Infantil Urda Joana Joaquim, mantido pela Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc), no bairro Jardim União, participaram do Projeto Construindo Hábitos Alimentares.

Durante a semana, os pequenos acompanharam as explicações sobre a importância de uma alimentação saudável. “Desde o início do ano, percebemos que as crianças rejeitavam frutas, verduras e, principalmente, legumes. Por isso, pensamos em envolve-las na produção do que iriam consumir, de forma a estabelecer vínculos entre o que é desenvolvido em sala e as situações do dia a dia”, explica a diretora do CEI, Giane Cristina de Jesus, frisando que o objetivo é fazer com que os alunos levem para casa o gosto por alimentos naturais.

- PUBLICIDADE -

Após a conversa com as professoras Neusa Regina de Oliveira e Valdelice Silva de Almeida, as crianças foram até a horta e colheram couve, limão e hortelã, que foram usadas para preparar um suco verde. “Eles nunca haviam provado e gostaram muito, pois, além de ser saudável, ainda ajudaram a fazer”, conclui Giane. O CEI Urda Joana Joaquim atende 170 alunos, de zero a quatro anos, em período integral.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.