Indicadores apresentam diminuição de mais de 50% dos furtos em relação aos últimos três anos em SC

Na manhã desta segunda-feira, 11, durante reunião semanal do Colegiado Superior de Segurança Pública de Santa Catarina, foram apresentados os dados do Boletim Semanal 06

Foto ilustrativa | Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

Na manhã desta segunda-feira, 11, durante reunião semanal do Colegiado Superior de Segurança Pública de Santa Catarina, foram apresentados os dados do Boletim Semanal 06. O documento mostra uma redução no número de furtos, que representa mais de 50%. Os indicadores de roubos e mortes violentas também se mantêm abaixo da média dos outros anos.

Em 2019 foram registrados 1.016 furtos no Estado, enquanto que em 2016 foram 2.166. Já em 2018, foram 1.577 e 2.129 em 2016. Quanto aos roubos, também houve redução significativa. Em 2019 são 9.805 registros, ante 15.670 em 2017. Em 2018, foram 13.397 e em 2016 foram 13.131 casos registrados. Já as mortes violentas, mantêm a tendência de redução dos outros dados, contabilizando 24 a menos, em relação ao último ano. Foram 100 em 2019, 124 em 2018, 131 em 2017 e 125 em 2016.

- PUBLICIDADE -

O presidente do Colegiado, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, atribui a diminuição dos índices ao incremento de operações das polícias no Estado, além da maior integração do Colegiado, que permite essa análise semanal e uma pronta resposta. A reunião aconteceu no Complexo da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), em Capoeiras, Florianópolis, e contou com a presença do atual secretário de Segurança Pública, presidente do colegiado e comandante-geral da PMSC,coronel Araújo Gomes, do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, do comandante-geral do CBMSC, coronel Edupércio Pratts, e do diretor-geral do Instituto Geral de Perícias (IGP), Giovani Eduardo Adriano, além do diretor-geral do colegiado, coronel BM RR Flávio Graff, e integrantes da Inteligência e Estatística da SSP.

Fonte: Assessoria de Imprensa da SSP

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Maíra Rabassa
Em: Florianópolis

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.