Criciúma: A expectativa por novos delegados

Sul de Santa Catarina só saberá se será contemplado com algum novo oficial por volta de setembro. Curso dos nomeados começa em junho

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Após o anúncio de nomeação dos 51 novos delegados para a Polícia Civil de Santa Catarina, o Sul do Estado entrou em expectativa, a fim de saber se será contemplado com algum oficial. Entretanto, a espera ainda durará por mais alguns meses. “Esse pessoal primeiro precisa ser chamado para a Acadepol (Academia da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina). Eles têm que ser aprovados para depois nós darmos destino neles. Durante o curso, nós faremos isso. E tudo vai ser feito de acordo com critérios técnicos”, garante o delegado-geral Paulo Koerich.

O aprimoramento, com duração de seis meses, começa em junho e a expectativa é conhecer o destino dos novos delegados na metade do curso, ou seja, em setembro. “As tratativas administrativas já iniciaram. Eles sendo chamados, na metade do curso eu quero ter elencado para onde eles irão. Tudo o que for falado agora será bobagem ou falácia. Então, não posso garantir nada”, enfatizou Koerich.

A nomeação dos profissionais, já aprovados em concurso público de 2015, recebeu o aval do grupo gestor de governo. “Essa medida só reforça o compromisso do Governo de Santa Catarina com a Polícia Civil e com a segurança pública”, afirma o governador Carlos Moisés. Para o Delegado Regional Substituto, Diego Archer de Haro, todo o acréscimo será bem-vindo. “Claro que a gente cria expectativa e sempre é bom ter novos colegas para auxiliar no trabalho. Vamos aguardar o direcionamento, pois acreditamos que acontecerão algumas promoções também”, pontua.

Atualmente, a Região Carbonífera tem 146 Policiais Civis, enquanto a cidade de Criciúma tem 59 Policiais Civis. “Proporcionalmente, Criciúma e região tem menos policiais civis que o necessário. Nós precisamos de uma recomposição de efetivo”, comenta o delegado Ulisses Gabriel, na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores em sessão realizada ontem.  Em Araranguá, são 45 agentes.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.