Criciúma: A ação que inibe a violência

“Quem você vê?” é tema da campanha de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Com o objetivo de mobilizar e convocar toda a sociedade brasileira para o compromisso de proteger as crianças e adolescentes, é lembrado neste sábado, 18, o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças. A data foi instituída para combater o abuso, a violência e a exploração sexual sofridos por meninas e meninos todos os dias.

Este ano, a campanha “Quem você vê?”, lançada pela Coordenação Estadual do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o assunto.

A Coordenadora Estadual das Ações Estratégias do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Magaly Vitorino, relata que esta campanha, que destaca a ação de questionar “Quem você vê?” em casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes busca ressaltar que, para que a violação de direitos não ocorra e nem se perpetue, é necessária a ação de diversos sujeitos sociais, do mesmo modo que para sua prevenção, proteção e responsabilização.

Segundo ela, o foco desta campanha está na mobilização e informação da sociedade catarinense sobre esta violação de direitos que ainda vitima crianças e adolescentes em nosso estado.

Segundo dados do Registro Mensal de Atendimentos (RMA) que reúne as informações dos atendimentos realizados nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), no ano de 2017, 93 crianças e adolescentes foram vítimas de exploração sexual em Santa Catarina. Em 2018, o número baixou para 83. “Estimamos que o número de vítimas é bem superior aos registrados. Existe muita dificuldade de identificação de casos”, explica Magaly.

Todos os casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes devem ser denunciados. Para fazer isto de forma anônima a população conta com o canal Disque 100. A arte da campanha é uma produção e doação da estudante do curso de graduação em Comunicação Social – Publicidade Propaganda, Letícia Ortiz.

Conscientização em Criciúma

Em Criciúma, uma ação de conscientização acontecerá, no sábado, junto ao projeto Caminhão Amigo, no bairro Vida Nova. Na segunda-feira, 20, também haverá programação na Praça Nereu Ramos, com o objetivo de mobilizar, refletir e discutir o assunto com a população.

Para o secretário da Assistência Social e Habitação, Paulo César Bittencourt, essa articulação precisa acontecer. “As pessoas precisam ser conscientizadas e saberem que há indícios de violência. Também pretendemos divulgar os sinais de como identificar o acontecimento, para que todos fiquem atentos e denunciem”, comenta.

De acordo com a articuladora do programa, Juliane Abel Barchinski, a campanha é de extrema importância. “É uma das metas que temos para cumprir, visando proporcionar um serviço de qualidade, bem como uma maior divulgação dos canais de denúncias”, afirma.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.