Adolescente é apreendido e ameaça policiais de morte

PM teve que utilizar spray de pimenta para conter o menor de idade

- PUBLICIDADE -

A Polícia Militar de Orleans foi acionada na noite deste sábado para verificar a presença de um rapaz que estaria com uma faca e ameaçando as demais pessoas em uma festa no salão da igreja do Bairro Alto Paraná.

No local, a guarnição encontrou cinco jovens com as características citadas na denúncia e deu voz de abordagem a todos eles, mandando que colocassem as mãos na parede para a revista. Um deles, menor de idade, recusou-se a obedecer a ordem, mesmo depois de os policiais a repetirem cinco vezes.

- PUBLICIDADE -

Nesse momento, o adolescente começou a desacatar os oficiais, chamando-os de “verme” e “porco”. Os policiais tiveram que usar a força para realizar a revista e foi então que o menor entrou em luta corporal com a guarnição. Para conter o jovem, os PMs utilizaram spray de pimenta e conseguiram controlá-lo e algemá-lo.

Porém, os demais rapazes também entraram em luta com os policiais, que novamente utilizaram spray de pimenta para afastá-los. A guarnição precisou, então, deixar o local, pois estava em menor número e sem o apoio de reforços policiais.

No caminho para a delegacia, o adolescente voltou a desacatar os oficiais, chamando-os mais uma vez de “verme” e “porco”, além de outros palavrões. Ele ainda ameaçou a guarnição dizendo que “iria matar os policiais, que iria falar com a facção para eliminar os PM”.

Já na delegacia, o menor de idade relatou que tinha ferimentos por conta de um acidente de bicicleta e que os machucados estavam ardendo por conta do spray de pimenta. Ele foi levado ao Hospital de Urussanga, tratado e novamente encaminhado à delegacia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.