Em carta aberta, Júlio Lopes anuncia resgate da UDN

Na última semana, a prefeitura de Criciúma oficializou o convite para assumir a presidência da Fundação Cultural de Criciúma (FCC)

- PUBLICIDADE -

Em uma carta aberta aos catarinenses, o dentista Júlio Lopes, ex-membro do Partido Social Liberal (PSL), anunciou a reconstrução da União Democrática Nacional (UDN) e intenção de unir novamente simpatizantes dos ideais da sigla.

O documento foi divulgado na madrugada de sábado, 9, às 00h15min. Ele afirma que tem como objetivo o conservadorismo e apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Ainda de acordo com Lopes, um encontro com simpatizantes do partido será realizado nesse domingo, 10 de março, em Lages, às 14 horas, no Map Hotel.

- PUBLICIDADE -

A UDN

Foi um movimento que teve seu início na época do Estado Novo (1937 – 1945), tendo contribuído de forma efetiva para o fim desse regime. A UDN também teve atuação destacada no governo de Getúlio Vargas entre os anos de 1950-1954, ao fazer uma contundente oposição. Além do antigetulismo, foram características marcantes da UDN a defesa do liberalismo e intervencionismo.

A UDN foi extinta em 1965, quando contava com 97 cadeiras na Câmara Federal e 14 cadeiras no Senado.

Presidência da FCC

Na última semana, a prefeitura de Criciúma oficializou o convite para assumir a presidência da Fundação Cultural de Criciúma (FCC) . Na ocasião, Júlio Lopes solicitou alguns dias para comunicar familiares, amigos e pessoas mais próximas. Caso assuma o cargo, será a quarta vez à frente da instituição, mas garante que o fôlego será como se fosse da primeira vez. “Me considero um trabalhador, acho que só perco mesmo para o prefeito Salvaro”, brincou.

Confira a carta na íntegra:

“Política é como nuvem, você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou.” É com essa frase do famoso Udenista, Magalhães Pinto, que abro esta CARTA AOS CATARINENSES.

Digo o que sinto em meu coração conservador, que é a constante busca pelo ideal de aperfeiçoamento político. Para tanto, entro na abertura da reconstrução de uma nova UDN, mas conservando tudo aquilo que ela sempre foi, com seus valores e sua história.

Com isso, sigo meus ideais democráticos, sempre homenageando meu avô, Major José Lupércio Lopes, e meu eterno amigo, Diomicio Manoel de Freitas. Também quero homenagear os governadores Udenistas de Santa Catarina que marcaram época, Irineu Bornhausen, Heriberto Hülse e Antonio Carlos Konder Reis.

Claramente, temos como objetivo ser um partido de direita conservador dentro do contexto democrático que é o nosso país, buscando apoiar o maior representante conservador da nação, Jair Messias Bolsonaro.

É na qualidade de Presidente do Diretório Estadual (provisório) da UDN e membro do Conselho Político Nacional que venho conclamar todos aqueles udenistas históricos, descendentes e simpatizantes, para que, como soldados dessa missão, resgatemos o nosso partido.

Fico pessoalmente à disposição para recolhimento de suas assinaturas de apoio para homologação do partido, não havendo, com suas assinaturas, qualquer vinculação ou filiação.

Por fim, registro aqui meus votos de admiração pela brilhante iniciativa do atual Conselho Político da UDNacional e o agradeço, pois me delegou essa tarefa, ciente de que “missão dada é missão cumprida.

Os interessados em formarem NÚCLEOS  DE  APOIO ( futuras executivas provisórias) entrar em contato pelos telefones
(48) 999780468 (ligação)
(48) 91740468 (whatsapp)”.
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.