Sentir-se amado para amar

Foto: Lucas Colombo
- PUBLICIDADE -

Mesmo que você não saiba porque era um recém-nascido, antropologicamente falando, a primeira experiência que fazemos no mundo é o de ser cuidado.

Nós nascemos muito precários. Talvez dos seres vivos, nós somos os que mais nascemos incompletos. Entramos no mundo tão dotados de fragilidade que não somos capazes de ficar sozinhos.

- PUBLICIDADE -

Pai, mãe, as pessoas mais próximas, são elas que cuidam da nossa indigência. São elas que diminuem as nossas inseguranças, os nossos medos, porque nós somos literalmente expulsos do ventre. De repente pela força da contração, um movimento natural da vida, a nossa mãe nos coloca no lugar certo. Vai viver agora.

A gente inicia um processo humano que passa pela indigência e que vai diminuindo a medida que a gente vai tomando a vida nas mãos, vai construindo possibilidades de cuidar da gente, vai aprendendo as experiências dos limites.

O conceito de limites é absolutamente positivo na vida humana, porque ele nos apresenta também o contexto das possibilidades. Quando eu descubro quando eu não posso, eu descubro que esse não pode esta a favor da minha sobrevivência.

A primeira mensagem que o cristianismo apresenta às pessoas é o amor de Deus. É o querigma, o primeiro anúncio que nós fazemos. É a boa nova, Deus ama você. É para tirar o coração da ignorância para você saber que não está sozinho.

O primeiro princípio da religião é este, ensinar que Deus cuida da gente. Que nesta experiência de sermos quem somos, de sofrer das indigências que a gente sofre, alguém cuida de nós.

Eu me surpreendo que este amor de Deus me ama o tempo todo, mesmo quando eu não mereço. Mas quando eu descubro que sou amado por Deus eu começo a ver as coisas de forma diferente.

A pessoa que se sente amada por Deus começa a viver a vida de forma diferente. Pensa antes de escolher o que destrói, porque se sente amado. Criatura que se sente amada, não vai renunciar ao paraíso.

Essa linguagem religiosa precisa se desdobrar em meu dia a dia. Isso não é apenas frase de efeito para a gente usar nas nossas pregações. O amor de Deus por mim, por você, precisa ser uma realidade concreta.

Amar e ser amado é querer o bem do outro. As pessoas que realmente nos amam, e nos querem no lugar certo. Ainda que não seja o lugar que elas desejam para nós. O amor é aquela possibilidade de sempre ir, porque vai ter sempre a possibilidade de retornar.

Esse mundo está aí para ser conquistado. Eu fico feliz quando vejo pessoas que eu amo indo mais alto. Quando eu digo que Deus me ama eu estou vendo possibilidades. Se você sabe que Deus quer o seu melhor, você não vai se acomodar em sua miséria, em seus defeitos. Você vai querer ir além.

Deus ama você, Deus lhe quer feliz!

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.