Criciúma: Imposto de Renda na Praça leva informação e solidariedade

Organização estima que mais de mil pessoas passaram pelo local

Foto: Leonardo Ferreira/Unesc
- PUBLICIDADE -

Criciúma

 

- PUBLICIDADE -

O Imposto de Renda na Praça, do curso de Ciências Contábeis da Unesc, movimentou o sábado (13/4) na Praça Nereu Ramos com música, esporte, solidariedade e informação. Em parceria com o CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente), mais de 80 estudantes e professores do curso estiveram na Praça Nereu Ramos, em Criciúma, tirando dúvidas em relação à declaração do IRPF (Imposto de Renda para Pessoa Física) e estimulando a destinação de parte do Imposto ao FIA (Fundo Municipal para Infância e Adolescência). Segundo a organização, mais de mil pessoas passaram pelas atrações.

 

O idealizador do Imposto de Renda na Praça, professor Manoel Vilsonei Menegali, conta que o evento superou as expectativas, aproximando ainda mais a Unesc das pessoas. “Esta parceria forte que temos com o FIA e com o Conselho da Criança e do Adolescente tem trazido um reflexo positivo ao curso e grandes aprendizados aos estudantes, contribuindo também com a comunidade”, afirma.

A secretária executiva do CMDCAMarinês Nogueira, conta que Imposto de Renda é a principal fonte de arrecadação do FIA, onde os recursos são destinados aos direitos das crianças e dos adolescentes “Atendemos aproximadamente três mil crianças, boa parte dentro das possibilidades apresentadas aqui. Muitas pessoas não sabem da doação, o que demonstra a importância de mostrar que é possível contribuir. No fim, o resultado reflete em qualidade nos nossos trabalhos e um suporte maior as crianças”, explica.

 

Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o Imposto de Renda na Praça tem importância social e educacional, estimulando o pensamento pelo próximo e possibilitando que os acadêmicos coloquem na prática os conhecimentos de sala de aula. “É os nossos estudantes agregando a formação e compartilhando conhecimentos com a população, somada a função social da nossa Universidade. Em um único projeto esportivo, por exemplo, passamos de trinta crianças participantes para mais de 200 atendidas. O resultado desta união de forças é a transformação de vida destes pequenos e oportunidades para que se desenvolvam cidadãos”, destaca a reitora.

 

A diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, também esteve presente no evento e ressaltou os trabalhos desenvolvidos dentro da Unesc em prol do desenvolvimento regional e do auxílio a comunidade. “É a Universidade contribuindo mais uma vez com as pessoas. É uma iniciativa que traz alegria as atividades desenvolvidas pela Diretoria deExtensão, Cultura e Ações Comunitárias, pela contribuição que ela leva a sociedade“, afirma Fernanda.

 

Saiba mais sobre o Imposto de Renda com o material produzido pelo curso de Ciências Contábeis da Unesc:

 

Quem deve declarar o Imposto de Renda?

  • Quem recebeu rendimentos tributáveis com soma superior a R$ 28.559,70 ou rendimentos isentos, não tributados ou tributados exclusivamente na fonte, superiores a R$ 40.000,00;
  • Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou realizou operações em bolsas de valores ou semelhante.
  • Quem optou pela isenção de imposto sobre a renda incidente de capital auferido na venda de imóveis ou residências, cujo produto da venda foi aplicado na aquisição de imóveis localizados no Brasil, dentro do prazo de 180 dias da aquisição.
  • Quem obteve receita bruta, com origem na atividade rural, superior a R$ 142.798,50.
  • Quem obteve posse, em 31 de dezembro de 2018, de terras no valor de R$ 300.000,00 ou superior.

 

Quem pode fazer a doação?

  • Pessoa física que opta pela Declaração de Ajustes Anual do Imposto de Renda utilizando deduções legais.

 

Qual a data limite?

  • Até 30 de abril.

 

Como fazer o repasse?

  • Preencher a opção “municipal” na guia “Doações diretamente na declaração”.

Segundo Menegali, ao fim do processo é importante imprimir e pagar o Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), já que o não pagamento pode acarretar em juros previstos na legislação.

Quem não pode ir à Praça neste sábado, a Universidade conta com o CPC (Centro de Práticas Contábeis). Ligado ao Curso de Ciências Contábeis, o espaço é destinado à realização dos estágios supervisionados, nos quais os alunos integram a teoria com a prática por meio da realização de operações que abrangem: constituição de empresas; registros contábeis fiscais e patrimoniais, e procedimentos inerentes à contabilidade gerencial.

 

O CPC está localizado no segundo andar do Bloco do Estudante e atende das 14 às 17h30. Mais informações no telefone (48) 3431-2636

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Lucas Colombo
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.