A um passo da decisão da Copa Sul

Caravaggio e Metropolitano vencem os jogos de ida nas semifinais da Copa Sul dos Campeões e encaminham a vaga nas finais da competição de futebol não-profissional

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Nova Veneza

- PUBLICIDADE -

Foto: Fabrício Júnior – FJR Sports

Tudo está encaminhado para que a final da Copa Sul dos Campeões tenha a presença de Caravaggio e Metropolitano. As equipes de Nova Veneza venceram os jogos de ida, na semifinal da competição, e abriram boa vantagem em relação aos adversários. Na manhã de ontem, o Metropolitano foi até Garopaba e bateu o Campinense por 1 a 0. Durante a tarde, o Caravaggio recebeu o Araranguá e venceu por 3 a 1. O Vermelhão joga pelo empate para chegar na final. O Carava pode perder por um gol de diferença que ainda assim chegará à decisão do campeonato. O AEC precisa vencer por dois gols de diferença para levar o confronto para os pênaltis. Se vencer por três ou mais gols de vantagem, o Araranguá estará classificado.

O Azulão da Montanha começou pressionando o Araranguá. Aos 12 minutos, após boa jogada, Andrei finalizou na trave e na volta Erik colocou a mão na bola: pênalti. Beto Cachoeira cobrou no canto direito do goleiro Giba e abriu o placar: 1 a 0. Foi o sétimo gol do centroavante na competição. A vantagem, entretanto, durou pouco: três minutos depois, a bola foi cruzada pela direita, a zaga do Caravaggio parou e Juliano deslocou Pedro Paulo para empatar: 1 a 1. Um minuto depois, mais uma vez Gustavo e Américo deram mole e quase o Araranguá virou o jogo, após novo cruzamento, mas Pedro Paulo salvou.

Aos 23 minutos, após cruzamento, Beto Cachoeira cabeceou para o chão, mas o goleiro Giba fez uma grande defesa, na volta Andrei chutou forte, mas a bola explodiu na zaga e saiu. O Azulão voltou a dominar o jogo, enquanto o AEC sofria para marcar o time da casa. Aos 33 minutos, Régis cobrou falta e a bola passou por André Mota e Gustavo, quase levou perigo para o goleiro Pedro Paulo. Nos acréscimos, o AEC aproveitou uma bobeada de Américo, André Mota avançou e encobriu Pedro Paulo, mas a bola pegou na trave. “Jogo equilibrado. Estamos com dificuldade de encaixar a marcação, o time deles flutua muito, mas tivemos chances”, comentou Juliano, do Araranguá, no intervalo.

No segundo tempo, a pressão do Caravaggio seguia, mas o gol não saia. Aos 12 minutos, porém, o Azulão marcou: Andrei cobrou a falta pela direita, na linha de fundo, e Maicon Ermo marcou, de cabeça, 2 a 1 para o Caravaggio. Falha de marcação do Araranguá. Aos 24 minutos, Lucas Cachorrão levou o segundo cartão amarelo por falta forte em Andrei e deixou o AEC com um jogador a menos. A partir daí, uma chuva de gols perdidos pelo Azulão. Aos 42 minutos, Cristian ampliou após fazer jogada pela esquerda e bater rasteiro no canto do goleiro Giba. Antes do encerramento, Beto Cachoeira ainda colocou uma bola na trave. No final, 3 a 1 para o time veneziano e ampla vantagem estabelecida na semifinal da Copa Sul. “Temos que respeitar a gurizada do Araranguá. Eu joguei lá dois anos e sei que eles são fortes em casa. Demos um grande passo, agora temos que garantir lá em Araranguá”, finalizou Cristian.

Metrô vence em Garopaba

Na manhã de domingo, o Metropolitano bateu o Campinense por 1 a 0, em Garopaba, e também garantiu vantagem nas semifinais. Guto marcou o gol da partida. Agora, o atual campeão da Copa Sul joga pelo empate, no final de semana, no estádio Darci Marini, em Nova Veneza, para garantir vaga na final da competição de futebol amador.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.