- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Fotos: Lucas Colombo

A primeira impressão do Tricolor Carvoeiro, comandado por Doriva, foi positiva. A vitória por 2 a 0 diante do Juventude, no final da tarde dequarta-feira, no Majestoso, já mostrou características exigidas pelo treinador: marcação forte e triangulações rápidas pelas laterais. “É sempre bom começar vencendo. Obviamente que precisamos melhorar muito. Estamos bem distantes de um nível de competitividade que a gente quer que a equipe atinja, mas para os primeiros 60 minutos que esses atletas foram a campo, deu para ver muita coisa interessante e outras que vamos precisar corrigir. Acho que estamos no caminho”, comentou o técnico, ao final do teste. A partida foi disputada em três tempos de 30 minutos.

Logo no primeiro minuto, Marcinho Júnior entrou pela esquerda e chutou forte para a defesa de Marcelo. Aos quatro minutos, veio a resposta do Juventude: Caique Valdivia fez boa jogada pela direita e tocou para Dener chutou pela linha de fundo. Cinco minutos depois, brilhou a estrela do recém-contratado goleiro Bruno Grassi. Jacy Maranhão puxou o jogador do Juventude na área e cometeu pênalti. Dalberto bateu e o camisa 1 defendeu.

Os destaques do Criciúma foram Daniel Costa, Carlos Eduardo, Gabriel Honório e Eduardo. Não por menos, as principais jogadas do carvoeiro saíram pela direita. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Reis foi derrubado na intermediária. Daniel Costa cobrou no canto e Marcelo defendeu. Aos dois minutos, na cobrança de escanteio, Sandro cabeceou no canto, mas Marcelo pegou novamente. “A gente trabalhou todas as variantes: marcação alta, pressionando a saída da bola. Em alguns momentos funcionou, em outros, o Juventude mudou o posicionamento do volante e a equipe deu uma recuada natural. O time se comportou bem dentro do campo, fez as movimentações que a gente trabalhou e obedeceu os conceitos que nós passamos. Isso é natural: a evolução vem com os jogos. É difícil chegar na perfeição, mas vamos fazer a equipe ficar cada vez mais entrosada e sabendo o que tem que fazer em campo”, ressaltou Doriva.

O primeiro gol saiu aos sete minutos do segundo tempo, Daniel Costa pegou o rebote da finalização de Eduardo, no meio da área, e marcou 1 a 0. Carlos Eduardo e o volante fizeram boa jogada pela direita. O camisa 10 mereceu elogios de Doriva. “É um jogador que ainda não está no melhor dos ritmos, mas teve uma evolução dentro da partida. Ele é dinâmico, que tem qualidade, enxerga o jogo e precisamos de jogadores assim. Quem está ao redor dele tem que saber fazer essa leitura, porque o Daniel com um passe deixa o companheiro dentro do gol. Ele tem essa lucidez dentro do campo. Nós temos que saber usar nossos pontos fortes e o Daniel vai ser um deles”, pontuou.

O Tigre ampliou o placar no final do segundo tempo. Aos 23 minutos, Gabriel Honório fez bela jogada pela direita, com drible típico de futsal, e tocou para Carlos Eduardo que entrou na área, também a dribles, e foi derrubado. Pênalti. Marcinho Júnior cobrou e marcou. aos 24 minutos. “São jogos que não se valoriza tanto a vitória e, sim, os parâmetros que eles dão para a gente. Fazemos jogos pré-competição para dar ritmo ao atleta e para a gente ter parâmetros para corrigir durante a semana. Teremos mais um jogo-treino pela frente, alguns treinos antes e esse jogo já vai ser dissecado por mim hoje à noite para fazer os diagnósticos”, ressaltou Doriva.

A torcida aplaudiu o time e deixou o campo otimista. A principal prova veio aos 27 minutos do segundo tempo, quando Jacy Maranhão tentou dar um balão, no ataque, mas furou em bola. Logo, os torcedores apoiaram e aplaudiram o defensor carvoeiro, como prova de satisfação pelo que viram em campo.

O Criciúma começou o jogo com Bruno Grassi: Carlos Eduardo, Sandro, Jacy Maranhão e Marlon: Zé Augusto, Eduardo e Daniel Costa; Reis, Marcinho Júnior e Gabriel Honório. Aproximadamente 400 torcedores acompanharam o primeiro teste sob comando de Doriva. A diretoria carvoeira liberou a entrada da torcida, no início da tarde de quarta-feira.

O time da terceira etapa de 30 minutos teve: Vinicius; Marquinhos, Rodrigo, João e Júlio; Jean Mangabeira, Marco, Guilherme; Alemão, Kalil e Cassiano. O próximo jogo-treino acontecerá no sábado, às 17 horas, diante do Hercílio Luz e, a pedido do clube de Tubarão, não terá a presença de torcedores.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.