- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

A forte cobrança feita pelo presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, na quarta-feira, foi prontamente assimilada pelo grupo de jogadores. A cobrança é tida como natural pelo zagueiro Sandro e ele crê que o time pode render mais, até pela qualidade dos jogadores que foram contratados para 2019. “O ‘homem’ (Dal Farra) foi pontual em algumas metas que temos que chegar. Estamos um pouco abaixo do que é esperado, até pelo nível da equipe que foi montada. A cobrança é natural e temos que assimilar. Agora temos que trabalhar mais ainda para que o resultado venha e a gente atinja as metas do clube e nossas também. Ninguém veio aqui para passear”, enfatizou.

O jogador também reconhece a preocupação e as cobranças da torcida. A falta de uma sequência de vitórias prejudica o aumento da confiança. O zagueiro garante que o empenho será dobrado para obter os triunfos. “O torcedor está preocupado e nós também. Não tem zona de conforto aqui. Não conseguimos ainda encaixar uma sequência de vitórias. Estamos trabalhando para que isso venha. Sabemos da preocupação deles, mas pedimos que tenham confiança porque o trabalho está sendo feito da melhor forma possível. Vamos trabalhar muito mais para conseguir essa sequência que da tranquilidade para todos”, pontuou.

O defensor terá um novo companheiro na zaga. O uruguaio Federico Platero deve ser o escolhido. Entretanto, Sandro não se considera titular e acredita que o Criciúma está bem servido de zagueiros e todos poderão ter bom desempenho em campo. “São excelentes jogadores: o uruguaio tem bastante pegada e o Derlan fez base no Fluminense, como eu, então já conheço. Seja quem for que iniciar estaremos bem servidos. Precisamos das vitórias para dar tranquilidade ao trabalho”, ressaltou.

Sandro acredita que a concorrência pelas posições é positiva. Para ele, quem ganha é o Criciúma. “Tem que existir a concorrência. Faz a gente sair da zona de conforto. Todos têm que ‘se coçar’. Quem vai ganhar é o clube. Temos que deixar o professor com dor de cabeça para saber quem ele vai escalar”, destacou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.