- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Fotos: Celso da Luz/CEC

O torcedor do Criciúma já pode desfilar com o manto carvoeiro personalizado com o número 13 e o nome do lateral Maicon às costas. O uniforme especial foi lançado no início da tarde desta quarta-feira. O evento foi planejado dando atenção aos mínimos detalhes: dia 13, às 13 horas. Tudo em alusão ao número que o jogador adotou durante toda a carreira. “Onde eu passei com esse número eu ganhei títulos e espero que aqui não seja diferente”, comentou o jogador.

A camisa é especial e não será utilizada em jogos. Ela conta com detalhes que reportam à trajetória do atleta na seleção brasileira. Na parte de trás, possui duas listras – uma verde e outra amarela – e uma bandeira do Brasil, além do escudo do Criciúma e o autógrafo do jogador. Na frente, mais próximo da cintura, a frase “Juntos com Alma, Garra e Coração!” é o slogan do clube para 2019 e direcionada ao torcedor.

A demora na realização do evento teve influência do desenho da camisa, que precisou ser aprovado pela CBF. “O primeiro layout levaria o brasão da CBF. Então, tem todo o processo burocrático de mandar o desenho para a CBF e ela possa autorizar o uso da imagem. Foi feita uma análise jurídica deles e veio com parecer negativo. Então, tivemos que voltar para a criação e fazer uma forma alternativa de homenagem para a passagem do Maicon pela Seleção Brasileira. Esses 14 ou 15 dias que perdemos esperando o parecer da CBF é que atrasaram um pouco. Depois, esperamos uma agenda do Maicon que não atrapalhasse a questão de jogo”, explicou o diretor de operações, marketing e relações comerciais, Júlio Remor.

A camisa está à venda na loja Tigre Maníacos, por R$ 199,90 e é limitada a 400 unidades no primeiro lote. Sócios em dia possuem desconto de 10% e sócios patrimoniais de 15%. “Aqui estão as cores da nossa bandeira , da Seleção Brasileira, do Brasil, que é uma simples homenagem que o clube faz a um jogador que tem uma carreira vitoriosa na seleção e muito nos honrou. Assim, reafirmamos a nossa condição de maior clube de Santa Catarina. Ficará marcado na camisa que temos o maior jogador que saiu daqui e somos o maior clube”, enfatizou Remor.

A volta do ídolo para casa

Arquitetado há dois anos, o retorno de Maicon foi concretizado apenas para 2019. “Estamos trazendo o nosso ídolo de volta para casa. Tudo começou há dois anos, em um evento beneficente, onde conversamos e falamos sobre uma possível volta dele para nos dar títulos e nos levar de volta à Série A. Nesse ano foi possível, ele mesmo nos procurou. Realizamos um sonho da diretoria e do jogador”, comentou o presidente Jaime Dal Farra.

Com total dedicação, Maicon espera retribuir o carinho do torcedor criciumense e também tudo o que o clube possibilitou na trajetória profissional dele. “Devo muito a esse clube, devo muito a essa cidade e agora é fazer a minha parte dentro de campo. Conto com a presença de todos os torcedores criciumenses no estádio. Eu estou me dedicando a cada dia, trabalhando firme, tudo o que eu posso fazer, estou fazendo, para que, quando eu chegue dentro de campo, eu possa desempenhar o meu melhor futebol e ajudar o Criciúma”, finalizou Maicon.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.