- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Fotos: Lucas Colombo

Sob o forte sol que iluminava o CT Antenor Angeloni, na tarde de quarta-feira, o presidente Jaime Dal Farra reuniu todos os atletas do Criciúma, comissão técnica e o diretor de futebol, Nei Pandolfo, para aumentar o tom das cobranças sobre o elenco carvoeiro.

Na conversa, realizada dentro de um dos gramados do complexo, pode se ouvir, mesmo à distância, as exigências do mandatário tricolor: chegar até a quarta fase da Copa do Brasil, no mínimo, e golear o Metropolitano, no sábado. “Vem aí a Copa do Brasil e nós precisamos chegar, no mínimo, até a quarta fase. Temos chances porque um adversário pode ser catarinense. Dá para fazer muita coisa, só que assim não dá mais. Quero convocá-los a fazer, no mínimo, quatro gols no Metropolitano. Nada de ganhar de meio a zero”, bradou Dal Farra, em tom de voz elevado, possível de ouvir a muitos metros de distância.

 

O mandatário carvoeiro ainda cobrou o acesso à Série A do Brasileiro em 2020. E provocou sobre a qualidade do elenco. “Quantos aqui são jogadores de Série A? Quantos jogaram a Série A. O (Federico) Platero (zagueiro uruguaio) veio da primeira divisão do Uruguai. O Daniel Costa também teve um acesso com o CSA”, enfatizou.

Em meio às cobranças, também aconteceram elogios e transmissão de confiança ao elenco. “Confiamos em vocês. É ‘sangue nos olhos’, treinar e se preparar ‘para a guerra’. Tem que ter parceria. Torço para que todos tenham sucesso na carreira e que possam ir para clubes maiores. A qualidade de vocês é grande, então, vamos treinar para chegar e fazer o que vocês sabem”, finalizou Dal Farra.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.