Tigre: Clube emite comunicado sobre polêmica do som

Breve nota colocada no site oficial do clube pede desculpas pelo ocorrido e diz que fato não se repetirá

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Após a polêmica envolvendo a execução do hino do Criciúma para abafar as manifestações da torcida contra a administração do presidente Jaime Dal Farra, nos minutos finais da partida contra a Chapecoense, no domingo, o clube emitiu, no site oficial, uma breve nota se desculpando pelo ocorrido.

O comunicado de um parágrafo diz que o clube “lamenta pelo ocorrido no sistema de som” e reforça que o “equívoco não se repetirá”. A nota encerra dizendo que as circunstâncias que levaram ao fato serão discutidas.

Leia a nota íntegra:

“O Criciúma Esporte Clube, por meio desta, pede desculpas aos seus sócios, torcedores e simpatizantes e lamenta pelo ocorrido no sistema de som do Estádio Heriberto Hulse ontem durante o jogo. O equívoco não se repetirá, e as circunstâncias que levaram ao fato serão discutidas, e os processos internos de comunicação corrigidos”.

Ainda no domingo, o operador de som Renato Teixeira, responsável por fazer o hino ecoar no Majestoso, desabafou no Facebook. O profissional que prestava serviços ao Criciúma afirmou que apenas cumpriu ordens e que não seguirá na função.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.