Nova Veneza: Metrô goleia e encaminha a vaga na Copa Sul

Em jogo marcado por trapalhada da arbitragem, Vermelhão da Veneza faz 5 a 0 no Palmeiras, de Cocal do Sul, e pode perder por quatro gols de diferença no jogo de volta

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Nova Veneza

- PUBLICIDADE -

Fotos: Fabrício Junior – FJR Sports

O atual campeão da Copa Sul dos Campeões está praticamente garantido entre os quatro melhores times da competição deste ano. Na tarde deste sábado, o Metropolitano fez 5 a 0 no Palmeiras, de Cocal do Sul, e pode perder por até quatro gols de diferença no jogo de volta para ficar com a classificação. Foguinho, André Gava, Anderson Saragozo, duas vezes, e Guto, de pênalti, fizeram os gols do jogo. “Nós respeitamos o adversário e quem entrou foi para dar sequência no jogo, buscar mais gols, e não ficar trocando bola para o lado. Sempre peço para fazermos o máximo de gols possíveis e não ficar de firula. Os jogadores estão de parabéns”, ressalta o técnico do Metrô, Jean Reis.

A partida foi marcada por uma trapalhada da arbitragem: o primeiro gol do Vermelhão da Veneza foi anulado e depois revalidado pelo árbitro Douglas de Souza Machado. Na confusão, a partida ficou parada por mais de 10 minutos.

No começo do confronto, o Palmeiras, de Pindotiba, marcava bem o Metrô e chegou a ameaçar em cobrança de falta de Bruno Frigo. O Metrô não conseguia pressionar. Bons cruzamentos de Paulo Sérgio e Fá fizeram o torcedor do Vermelhão sentir falta do artilheiro Beto Cachoeira, que voltou, em 2019, ao rival Caravaggio. Entretanto, nos últimos 15 minutos da etapa inicial, o time da casa encontrou mais espaço e ameaçou com mais perigo. André Gava acertou a trave aos 31 minutos, Júlio Abu pegou o rebote, mas Renato salvou em cima da linha. Abu perdeu nova chance, quatro minutos depois, em grande defesa de Vassoura.

A pressão deu resultado aos 40 minutos quando Shayder cobrou a falta, a bola rebateu na zaga e sobrou para Foguinho, que deslocou Vassoura e marcou 1 a 0, porém, o time de Cocal do Sul reclamou muito de toque de mão no lance e o árbitro anulou o gol. Entretanto, logo em seguida, Douglas de Souza Machado voltou atrás no lance e confirmou a bola na rede.  “A bola pegou na mão do jogador deles. Bateu na cabeça do Foguinho e na mão do camisa 7. O juiz admitiu que pegou na mão do jogador deles, mas disse que foi involuntário. Não existe mais isso, pela regra nova. Depois, o bandeira disse que não pegou na mão e ele voltou atrás. Desse jeito, a gente desmotiva. Não tem como. Ele caiu na pressão dos jogadores do Metrô”, disse o lateral-direito, Alexandre, do Palmeiras, no intervalo.

O Metrô voltou pressionando o time de Cocal do Sul. Aos 14 minutos, Anderson Saragozo passou pelo goleiro, mas finalizou por cima da trave e desperdiçou a chance de aumentar o placar. Aos 16 minutos, porém, o time da casa aumentou: em contra-ataque, Foguinho  fez bela jogada e serviu André Gava, dentro da área. O camisa 10 apenas teve o trabalho de colocar para a rede: 2 a 0. Quatro minutos depois, Will arriscou de longe, Vassoura espalmou, a bola pegou no travessão e sobrou para Anderson Saragozo que fez 3 a 0 para o time de Nova Veneza.

Aos 25 minutos, Danielzinho, que recém havia entrado, obrigou Vassoura a fazer uma boa defesa. O placar virou goleada aos 33 minutos quando novamente Anderson Saragozo anotou o quarto. Foguinho, outra vez ele, serviu o jogador que saiu do banco de reservas e marcou 4 a 0 para o Metrô. Ainda deu tempo do Metrô ampliar, Guto foi derrubado, aos 44 minutos, dentro da área. Pênalti. Na cobrança, o próprio Guto fechou o placar: 5 a 0. “Feliz por atuar e fazer os gols, mas o mais importante é o grupo. Vencemos, fizemos o dever de casa, mas se não fosse o pessoal defendendo lá atrás, não teríamos esse placar”, finalizou o atacante Anderson Saragozo.

Caravaggio vence fora de casa

Em Praia Grande, o Caravaggio fez 2 a 0 no Estância e arrancou com boa vantagem nas quartas de final da competição de futebol não-profissional. Beto Cachoeira abriu o placar e Marcel deu números finais ao jogo. O jogo de volta acontecerá no Estádio da Montanha e o Azulão pode perder por 1 a 0 que ainda assim seguirá para as semifinais da competição.

Os jogos de ida das quartas de final seguem nesse domingo com dois jogos: Flor da Serra e Araranguá, em Morrinhos do Sul, e São Domingos e Campinense, que será disputado em Armazem. Ambos os confrontos iniciam às 15h30min.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.