Forquilhinha: Sucesso na estreia pelo Regional da LAC

Meninos de Forquilhinha/Anjo Futsal vencem em três categorias: sub-11, sub-13 e sub-15. Única derrota para os içarenses aconteceu na divisão sub-9

- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Forquilhinha

- PUBLICIDADE -

As equipes de Forquilhinha/Anjo Futsal começaram com o pé direito a disputa do Campeonato Regional da Liga Amadora Criciumense (LAC). Em jogos envolvendo quatro categorias, três venceram e apenas uma perdeu a partida para o time de Içara. Os confrontos, considerado clássicos regionais, aconteceram no Ginásio Adolfo Back, em Forquilhinha.

Na categoria sub-11, Forquilhinha ganhou por 8 a 4, na sub-13 venceu por 7 a 0 e na sub-15 ganhou por 7 a 4. A derrota aconteceu entre os meninos sub-9: 6 a 3 para os içarenses. “Tivemos um aproveitamento muito bom, porque Içara tem tradição no futsal. Eles fazem um trabalho há anos e sempre chegam nas finais das regionais. A gente venceu três jogos com segurança e merecimento. O aproveitamento foi muito bom, jogamos muito bem no sub-13 e no sub-15, onde os placares foram um pouco mais elásticos”, enfatiza o técnico das equipes de Forquilhinha, Jean Reis.

O Regional da LAC é uma referência para os atletas porque os coloca frente a desafios tendo que colocar em prática o que estão aprendendo nos treinos, tomar decisões e também colabora no fortalecimento emocional, no amadurecimento dos garotos como atletas. “Demos oportunidade para alguns meninos, onde a gente pôde observá-los em situação real de jogo e tivemos proveito para testar o time. As competições regionais, como o Regional da LAC, também são importantes porque há um equilíbrio entre os adversários e assim o time consegue se desenvolver coletivamente”, ressalta.

Na competição, a categoria sub-9 tem cinco equipes disputando o título e as outras três categorias contam com seis equipes cada em busca do primeiro lugar. “Essa competição foi um ‘treino de luxo’ para o Estadual Sub-13. Então, gostei muito do que vi, apesar da derrota do sub-9, mas a gente não consegue juntar essa categoria em treinamentos. Alguns estudam no período da tarde, outros pela manhã, mas já começamos a trabalhar com eles desde o sub-8 para a aprender a ter gosto e a perder o medo pela competição. Não tem tanta cobrança, só a partir do sub-10”, destaca Reis.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.