Criciúma: Parceria entre Anjos do Futsal e Unesc é fortalecida neste ano

Universidade renova contrato com o projeto e mantém vínculo que começou em 2008

- PUBLICIDADE -

Criciúma

O Anjos do Futsal continua com a parceria da Unesc em 2019, repetindo a renovação anual desde 2008. Esta continuidade como parceiros fortalece o projeto social que está inserido em 18 municípios do sul de Santa Catarina e é uma parceria importante para o desenvolvimento das atividades durante todo o ano. A Unesc disponibiliza a estrutura para o Anjos do Futsal para a realização dos treinos de um dos núcleos com 40 garotos três vezes por semana no Ginásio de Esportes Antônio Carrilho, reuniões das equipes de profissionais, competições, cursos, palestras, entre outros.

- PUBLICIDADE -

Para o coordenador técnico do Anjos do Futsal, Jean Reis, a Unesc é uma instituição de prestígio e consolidada na sociedade e ser parceiro da instituição reforça a importância do projeto. “Uma universidade de credibilidade como a Unesc e a atenção que a Reitora, Luciane Ceretta, demonstra deixando a instituição sempre de portas abertas para o projeto, é muito importante para o desenvolvimento do trabalho no Anjos do Futsal”, destaca.

A Reitora da Unesc, Luciane Ceretta, comenta que o Anjos do Futsal tem contribuído na mudança de vida de inúmeras crianças e adolescentes, e a Unesc se sente muito feliz ao poder fazer parte dessas histórias. “O esporte, aliado a educação, tem um papel fundamental na prospecção e formação desses jovens e a Unesc, com o seu caráter comunitário ao longo dos seus 50 anos, tem se colocado à disposição dessa bela parceria e acredita que tem atuado fortemente com o seu objetivo, trabalhando junto à comunidade para uma sociedade melhor”, conclui.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.