Sul catarinense gera 2,9 mil novas vagas de emprego em 2018

Amrec cria 1,8 mil empregos no período, com destaque para Criciúma. Extremo Sul apresenta pequena retração, com diminuição de 21 postos

Foto: Lucas Colombo/DN
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Considerado um ano de retomada de crescimento mesmo em meio às incertezas, 2018 terminou com números positivos para o Sul de Santa Catarina. No acumulado entre janeiro e dezembro, a região contabilizou 2.955 novos postos de trabalho, resultando em mais admissões do que demissões. Apenas na área de abrangência da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), foram 1.858 vagas geradas no período. Já na da Região de Laguna (Amurel) foram 1.118. A única microrregião que apresentou retração foi a do Extremo Sul Catarinense (Amesc), com diminuição de 21 cargos.

- PUBLICIDADE -

Os dados positivos apresentados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) consolidam a recuperação da região nos últimos dois anos. Em 2016, período turbulento para o Sul, houve retração nas três microrregiões. Apenas na Amrec, foram quase 3 mil vagas fechadas naquele ano. Para alívio dos municípios, a retomada iniciou ainda em 2017, com 1.340 novos postos de trabalho gerados.

Confira a reportagem completa na edição desta quinta-feira, 24, do DN. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.