Semana da Indústria discute liderança no setor industrial

Assunto foi abordado em encontros de lideranças empresariais e profissionais de RH

- PUBLICIDADE -

A FIESC por intermédio do SENAI e SESI de Criciúma e Orleans estão realizando até o dia 24 de maio uma programação diferenciada para celebrar a Semana da Indústria. As atividades que iniciaram na segunda-feira contam com visitas técnicas às empresas da região, oficinas, workshops e minicursos que tem como principal objetivo aproximar os alunos, empresários e a comunidade do universo da indústria.

Na noite de terça-feira, por exemplo, foi promovido um encontro com lideranças empresariais mediado pelo diretor de educação do SESI e SENAI de Santa Catarina, Claudemir José Bonatto. O encontro teve como tema “Os desafios da educação na preparação das pessoas para o mundo do trabalho”.

- PUBLICIDADE -

“Esta ação proporciona uma grande troca de experiências aos nossos empresários. São iniciativas como esta que estão sendo realizadas durante a Semana da Indústria que possibilitam que possamos ampliar ainda mais o nosso conhecimento e demonstrar as atividades realizadas pelo SESI, SENAI e também a FIESC em Santa Catarina”, garante o vice-presidente regional Sul da FIESC, Diomício Vidal.

De acordo com a gerente executiva do SESI e SENAI Regional Sul, Graziela da Silva Branco, esses momentos são únicos para ouvir os empresários e saber se a entidade segue alinhada com as ofertas de produtos e serviços. “É uma forma de promover a aproximação, mantendo sempre esse contato porque o SESI e SENAI são a casa da indústria. Ao longo desta semana estamos promovendo ações que envolvem desde os nossos alunos da edutação infantil até os do ensino profissionalizante”, pontua Graziela.

Na manhã desta quarta-feira, 22, ocorreu um encontro entre profissionais do setor de recursos humanos de indústrias da região durante a palestra “Vivenciando a liderança”, que abordou o reposicionamento da educação corporativa e o desenvolvimento de lideranças. Os profissionais ainda participaram de uma dinâmica, a construção de uma lâmpada, que avaliou as competências de liderança aplicadas para alcançar o objetivo final.

“Segundo uma pesquisa publicada ano passado, apenas 20% da força de trabalho possui as habilidades necessárias para desenvolver suas atividades. Também abordamos o fortalecimento do exercício da liderança para quem já é líder nas empresas, e para quem ainda está em formação. Além disso, durante a dinâmica conseguimos avaliar a escuta ativa e a empatia entre as equipes”, ressalta a consultora de educação corporativa do SESI, Simone Geneves.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Marciano Bortolin
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.