Celesc emite nota após reclamações sobre valores da fatura de energia

O comunicado informa que não houve erro de processamento e que os valores cobrados estão corretos.

Foto divulgação.
- PUBLICIDADE -

A Celesc emitiu uma nota oficial, após consumidores de energia elétrica reclamarem dos valores cobrados na fatura de janeiro. O comunicado informa que não houve erro de processamento e que os valores cobrados estão corretos. A estatal informou que não houve nenhum adicional, e afirmou que a última vez que a tarifa foi reajusta foi em agosto de 2018. O comunicado ainda informa, que “em grande parte, ao maior consumo de energia registrado nos últimos meses, especialmente pelo uso de equipamentos elétricos, como ar-condicionado e motores de piscina, em períodos de temperatura elevada. Esse avanço é confirmado, inclusive, pelos elevados índices na demanda de energia registrados pela Celesc nas últimas semanas. Desde dezembro, o recorde foi batido três vezes, em três dias seguidos – 15 de janeiro (4.875MW, 16 de janeiro (4.989,82 MW) e 17 de janeiro (5.030MW)”.

A Celesc orienta que os consumidores confiram o histórico de consumo e o período de apuração da leitura na fatura recebida. Em se tratando de variação de consumo, o cliente pode comparar a leitura atual no medidor do seu imóvel com a leitura apresentada na fatura – a diferença entre os números indica o quanto já foi consumido de energia em kWh no período.

- PUBLICIDADE -

Para se ter uma ideia, um aparelho de 7.500 BTUs dependendo do modelo, se ficar ligado oito horas por dia o consumo somente deste aparelho será em média de R$ 190,00 no mês. Em caso de dúvida, clientes da Celesc podem entrar em contato pelo 0800 48 0120.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.