Vice-prefeito de Treviso vai a Brasília em busca de recursos

Ministérios foram visitados para entrega de solicitações

- PUBLICIDADE -

A visita do vice-prefeito Rodrigo Fenili, o Birilo, junto ao diretor do Samae de Treviso Anderson Pagani, o procurador Gabriel Colombo Moro e o vereador Jhonatan Kurtz (PSB) na última semana deve surtir efeito nos próximos meses.

As autoridades passaram por três ministérios, entre eles o da Cidadania, Turismo e Agricultura, além da Funasa, órgão vinculado ao Ministério da Saúde. “Nossa ida a esses departamentos abriu muitas portas para o município. Visitamos além deles o gabinete do deputado federal Daniel Freitas e da deputada Geovania de Sá”, destaca Birilo.

- PUBLICIDADE -

A visita ao Ministério da Cidadania abriu uma oportunidade da vinda de dois carros para o trabalho de assistência social do município. Os contemplados que poderão receber os automóveis nos próximos meses é a secretaria responsável e a Promoção e Assistência Social de Treviso, a Proast.

“Esse recurso já estava sendo arquivado, porque houve um mal entendido, mas a nossa ida até o ministério facilitou isso, conseguimos reverter à situação e garantir a vinda dos carros para nós, assim dando mais flexibilidade e comodidade para os usuários”, comenta o vice-prefeito.

O Ministério do Turismo também recebeu a visita das autoridades, para reforçar a solicitação cadastrada de sinalização turística para o município. Já a ida até o Ministério da Agricultura, resultou no reforço do pedido de um trator agrícola e uma escavadeira. Ambas as solicitações serão avaliadas pelos responsáveis somente no final deste ano, que na qual, trará resultados somente no ano de 2020.

O encontro do diretor do Departamento de Engenharia de Saúde Pública (Densp), Ruy Gomide Barreira em Brasília com o diretor do Samae de Treviso, Anderson Pagani, é em decorrência de um projeto para a nova captação de água do município.

“Nós queremos construir uma nova estação de tratamento, mas desta vez convencional, por ter mais recursos, entre eles, uma filtragem por floculação e decantação. Hoje nossa estação é filtro lento, o que ocasiona muitos problemas. A nova captação trás uma água de ótima qualidade, já fizemos análise e foi comprovado”, ressalta o diretor do Samae.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.