Troca na coordenação da DIC de Criciúma

Delegado Jorge Giraldi assume a função que era do delegado André Milanese desde 2015

Foto: Revista W3
- PUBLICIDADE -

Lucas Renan Domingos

Criciúma

- PUBLICIDADE -

O delegado André Milanese não é mais o responsável pela coordenação da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma. O cargo agora é do outro delegado da DIC, Jorge Giraldi. A troca foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) na última terça-feira. A mudança atende a uma resolução prevista pela Delegacia Geral da Polícia Civil de Santa Catarina.

Conforme determinar a determinação, a titularidade deve ser sempre do profissional com maior tempo de atividade. A alteração, então, não se trata de uma decisão de caráter técnico ou de escolha do delegado regional, responsável pela 6ª Delegacia Regional de Polícia (6ª DRP), Vitor Bianco Júnior.

“O Jorge (Giraldi) tem mais tempo de polícia que o André (Milanese). Com base na norma, o Jorge solicitou a titularidade para o setor de recursos humanos da delegacia geral, que é direito dele e foi feita a troca”, explicou o delegado regional.

A decisão é de ordem imediata. Portanto, o delegado Giraldi já está desempenhando a sua nova função. E Milanese continua atuando normalmente na DIC seguindo à frente da divisão pela qual é o responsável, a de repressão a homicídios.

Avaliação positiva na coordenação

Agora não mais coordenador da unidade, André Milanese avalia como positiva o tempo em que desempenhou os trabalhos na titularidade da unidade. “Foi um período onde os índices de criminalidade diminuíram bastante, principalmente nos homicídios. Em 2015 tivemos mais de 50 homicídios na nossa região. Depois caiu pra 20 ao ano, que é um número aceitável”, salientou.

Foto: Lucas Colombo/Tribuna de Notícias

Ele exaltou também os trabalhos das outras divisões enquanto estava na coordenação. “Foram feitos bons trabalhos contra o tráfico de drogas, roubos, que são os crimes apurados pela DIC”, contou. “Continuo desempenhando meu trabalho sem problemas, apenas não tenho mais as obrigações em relação a parte administrativa, de pessoal e patrimônio. Tudo fica com o delegado Jorge”, detalhou Milanese.

Para o delegado Jorge Giraldi, a experiência de coordenar um DIC não será novidade. Durante anos ele foi titular da unidade de Araranguá. Agora, assume o compromisso na divisão de Criciúma. “Creio que não terei dificuldades. Em Araranguá foram quase 20 anos de trabalho na DIC e na CPP (Central de Plantão Policial). Sei que é uma região diferente, mas fiquei um ano da 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Criciúma e estou desde o início do ano na DIC daqui. Então estou habituado”, analisou o novo coordenador.

*Veja matéria completa na edição desta quinta-feira, 6, do jornal Tribuna de Notícias

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.