Personalidades e instituições vão receber a Medalha Zilda Arns em Forquilhinha

O prêmio será entregue nesta quarta-feira, 24, durante a abertura do 6º Seminário Nacional e o 1º Internacional de Políticas Públicas para a Primeira Infância

- PUBLICIDADE -

Os trabalhos, ações e projetos sociais voltados ao atendimento de crianças e adolescentes vão ter o reconhecimento durante o 6º Seminário Nacional e o 1º Internacional de Políticas Públicas para a Primeira Infância. Ao todo, nove personalidades e instituições vão receber o Prêmio Medalha Zilda Arns na abertura do evento que acontece nesta quarta-feira, 24, às 8h30, no Auditório Alfredo Michels em Forquilhinha.

Segundo a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) e da comissão organizadora do evento, Lilian Arns, a premiação é uma forma de reconhecer e agradecer os serviços prestados por meio dos princípios da solidariedade, amor ao próximo e em defesa da vida em todas as etapas. “A outorga destas medalhas é sempre um momento emocionante, pois resgata a lembrança da forquilhense Zilda Arns Neumann, que foi um ícone mundial de ajuda humanitária e símbolo de eficiência no combate à fome e a miséria e na luta pela vida”, descreve.

- PUBLICIDADE -

Os premiados são: ANDI Comunicação e Direitos, Organização da Sociedade Civil Encontro com Deus, Projeto Anjos do Futsal, jornalista Sonia Bridi, juíza do Tribunal de Justiça do Espírito Santo – Patrícia Pereira Neves, e o pediatra e sanitarista da Prefeitura de Campinas – Paulo Vicente Bonilha Almeida, ambos do Brasil. Também vão receber o Cáritas Maracaibo da Venezuela, a Fundacion Comunidad Misionera Buena Nueva da Colômbia, e o Centro de Promocion Integral del Niño da República do Congo.

MEDALHA ZILDA ARNS

A Medalha Zilda Arns Neumann de Boas Práticas da Primeira Infância reconhece o trabalho feito por instituições em prol da primeira infância.

Zilda Arns era catarinense, médica e sanitarista. Foi três vezes indicada ao Prêmio Nobel da Paz, ganhadora de prêmios no Brasil no exterior pelo trabalho à frente da Pastoral da Criança.

Em 1983, fundou a Pastoral da Criança juntamente com Dom Geraldo Majella Agnelo, em Florestópolis – Paraná.

A Pastoral da Criança é um organismo de ação social da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil que atua na capacitação de voluntários para orientar e acompanhar famílias carentes nas ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.