Nova Veneza: obra de drenagem é concluída no Distrito de Caravaggio

Com investimento de R$ 430.295,26 foram executados 404 metros de drenagens para a ação preventiva de contenção de inundações.

- PUBLICIDADE -

Os serviços de drenagens pluvial na rua Antônio Milanez, no Bairro Baixada, no Distrito de Caravaggio, em Nova Veneza foram concluídos nesta quarta-feira, dia 27, pela empreiteira responsável a Construtora Nunes Ltda. Com investimento de R$ 430.295,26 foram executados 404 metros de drenagens para a ação preventiva de contenção de inundações. Os recursos foram provenientes do Ministério da Integração Nacional/Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e contrapartida do município.

“É uma obra reivindicada há 30 anos pela comunidade da Baixada. É uma satisfação poder finalizar essa obra tão importante que irá minimizar os problemas de alagamentos na comunidade. Não vai ter inauguração e quero agradecer ao prefeito que investiu os recursos na Baixada para garantir a qualidade de vida dos moradores”, enalteceu o vice-prefeito Sérgio Alberto Spilere.

- PUBLICIDADE -

O prefeito de Nova Veneza, Rogério Frigo também ressaltou a importância dos investimentos para a comunidade. “Os recursos foram conquistados na Defesa Civil em Brasília, após trabalharmos desde o início do ano passado. No dia 7 de novembro, em audiência com o secretário do Ministério da Integração Nacional Renato Newton Ramlow, durante uma viagem a Brasília, já tínhamos a garantia dos recursos para investir na drenagem pluvial da Baixada. Estávamos apenas aguardando o dinheiro entrar na conta para licitar. A obra se tornou uma realidade e acreditamos que os problemas com as enxurradas serão amenizados. Acompanhamos a obra e foi muito bem executada para atender uma reivindicação antiga da comunidade”, revelou Frigo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.