Nova Veneza: anfiteatro em meia à natureza é inaugurado

A Reserva São Francisco é um projeto particular desenvolvido pela preocupação e pela vontade de um casal em proteger o meio ambiente

Foto: Fatma/divulgação
- PUBLICIDADE -

Nada é mais maravilhoso que o espetáculo da natureza. Ainda mais quando é possível assistir ao show na plateia, de camarote. Assim é a Reserva São Francisco, em Nova Veneza, interior de Santa Catarina, que inaugurou nesta quinta-feira, 16 de maio, o anfiteatro, especialmente construído para o desenvolvimento de projetos de educação ambiental que contemplem crianças de comunidades da região.

A Reserva São Francisco, grande parceira da Reserva Biológica Estadual do Aguaí, em Siderópolis, Unidade de Conservação administrada pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), a partir de agora amplia as iniciativas voltadas à educação ambiental. Por ano, devem passar no anfiteatro, no mínimo, 1 mil crianças.

- PUBLICIDADE -

As primeiras 35 foram estudantes do Ensino Fundamental da Escola Municipal Augusto Mondardo, da Comunidade São Bento Alto, vizinha da Reserva São Francisco. Na atividade em meio à natureza, os alunos receberam diversas orientações sobre a preservação da natureza, sobre as espécies de animais nativas da região, além de participarem ao responder perguntas e compartilhar informações sobre a realidade ambiental das comunidades em que residem.

De acordo com a proprietária da área e uma das idealizadoras do projeto, Marli Bortolin, a ideia do anfiteatro surgiu da necessidade de um ambiente aberto para que durante as aulas e palestras o espectador não perdesse o contato com a beleza natural do local. “Queríamos uma arquitetura que não interferisse no ambiente. Então, nasceu a ideia do anfiteatro em forma de semicírculo, com linhas curvas, uma forma mais orgânica e integrada à natureza”.

Antes de retornarem à escola, os alunos fizeram a Trilha. Com cerca de 350 metros, o percurso tem como recompensa a visitação à uma cachoeira com, aproximadamente, 20 metros. A beleza da queda da água incrustada entre pedras e natureza faz qualquer caminhada valer a pena, além de despertar nos pequenos a proximidade com a natureza e a importância de preservá-la.

Como guias das atividades e da trilha, representantes do Instituto Felinos do Aguaí, projeto no entorno da Reserva do Aguaí, que promove importantes iniciativas em prol do meio ambiente. Entre elas, palestras que contam com a participação dos alunos e trilhas interpretativas, além de atividades desenvolvidas nas escolas quando solicitado.

A partir de agora o Felinos do Aguaí, assim como a Reserva São Francisco, e os projetos ambientais do entorno, ganham mais um espaço para a realização de programas ambientais. “A inauguração deste anfiteatro vai fortalecer a conexão da Reserva São Francisco com a Reserva do Aguaí, o que, além de propiciar a ampliação de áreas protegidas, oferece uma opção a mais para as escolas e para os estudantes estarem em meio à natureza”, destacou a bióloga e pesquisadora do Instituto Felinos do Aguaí, Micheli Ribeiro Luiz.

A Reserva São Francisco é um projeto particular desenvolvido pela preocupação e pela vontade de um casal em proteger o meio ambiente. A área de 1.300 hectares de Floresta Ombrófila Densa está em estágio avançado de regeneração.

O local, que abriga e protege diversas nascentes e uma grande biodiversidade de fauna e flora, é o palco natural deste anfiteatro que passa a receber privilegiados espectadores. Dia após dia, folha a folha, gota a gota, espécie a espécie, está o espetáculo da natureza. E o melhor, o show nunca acaba, dificilmente se repete e sempre surpreende, merecendo todos os aplausos e saudações.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.