Mês para cuidar da saúde mental

Rodas de conversa e orientações vão fazer parte da programação no município de Içara. Ações iniciam no dia 7, próxima segunda-feira

- PUBLICIDADE -

Uma campanha nova, que iniciou em 2014, mas que merece atenção de todas as pessoas. O primeiro mês do ano coloca temas sobre saúde mental em evidência para prevenção do adoecimento mental. O Ambulatório de Saúde Mental de Içara realizará ações alusivas a data. A programação inicia no dia 7, próxima segunda-feira, e será encerrada no dia 31. Estão inclusos encontros com rodas de conversas e orientações que vão ocorrer semanalmente com a presença de diferentes mediadores.

De acordo com a secretária de Saúde, Jaqueline dos Santos, realizar esse tipo de ação reforça também o compromisso com a saúde mental. “Estamos com uma programação que visa a saúde mental e que também irá lembrar os trabalhadores, para que estejam bem e em condições de oferecer um atendimento com ainda mais qualidade”, comentou.

- PUBLICIDADE -

O Ambulatório de Saúde Mental de Içara está em novo endereço e está realizando os atendimentos no bairro Jardim Elizabete, na rua 30 de dezembro, esquina com a rua Ezio Lima, na antiga unidade de Saúde.

Confira a programação:

07/01 – 13h30min – Ambulatório (Mediador: Júlio Cesar Bittencourt)

Transtornos de Ansiedade e Transtornos depressivos por que são mais recorrentes e a importância de prevenir o risco ao suicídio

14/01 – 13h30min – Ambulatório (Mediadora: Maria Eduarda Pacheco)

Fatores de risco e fatores de proteção em saúde mental

21/01 – 13h30min – Ambulatório (Mediadora: Dra. Thaise Bonetti)

O risco da automedicação em saúde mental

28/01 – 13h30min – Ambulatório (Mediadora: Mariléia Pacheco)

A importância da aceitação e da adesão ao tratamento

31/01 – 8h30min – Auditório da Cooperaliança

Saúde Mental do Trabalhador e a importância de cuidar de quem cuida.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.