Irmã Dulce: beata brasileira será proclamada Santa

Decreto autorizado pelo Papa reconhece o milagre atribuído à intercessão de Irmã Dulce

Foto: Obras Sociais Irmã Dulce/Canção Nova
- PUBLICIDADE -

O Papa Francisco recebeu em audiência na segunda-feira, 13, o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, e autorizou o Dicastério Vaticano a promulgar, nesta terça-feira, 14, oito novos decretos, entre eles o que reconhece um milagre atribuído à intercessão da beata brasileira Dulce Lopes Pontes, conhecida como Irmã Dulce, e prevê sua canonização em uma próxima solenidade.

Irmã Dulce é recordada como “O Anjo bom da Bahia”, por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados. Religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, a beata nasceu em Salvador em 26 de maio de 1914 e ali faleceu em 22 de maio de 1992. Irmã Dulce foi beatificada em 22 de maio de 2011.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.