Içara: Setor plástico segue em expansão e exige mão de obra qualificada

Içara: Setor plástico segue em expansão e exige mão de obra qualificada

Foto: João Gabriel
- PUBLICIDADE -

Um dos setores que segue em desenvolvimento em Içara é do plástico. Pratos, talheres e sacos plásticos são alguns objetos que costumam estarem presentes no dia a dia da maioria da população. Mas, para o produto ser entregue ao consumidor final, uma série de procedimentos devem ser realizados, além de contar com a experiência dos profissionais da área.

De acordo com o diretor da CCS Embalagens e presidente do Sindicato da Indústria Plástica Sul Catarinense, Reginaldo Cechinel, o setor segue renovando sua forma de produção. “Içara conta com grandes empresas que atuam em diferentes áreas plásticas e buscamos sempre trazer investimento na formação técnica dos colaboradores”, comentou.

- PUBLICIDADE -

Pensando em capacitar os profissionais, foram realizados cursos voltados a esse tipo de trabalho. “Nossa empresa conta com 40 funcionários, em três turnos de trabalho. Nossas atividades são voltadas ao setor alimentício, e contar com profissionais capacitados nos auxilia a prestar um serviço de qualidade”, completou o diretor.

O setor representa um dos maiores da região, contando com 10.000 funcionários em 300 empresas na região sul catarinense, com boa representação em Içara, onde empresas como Copasa, Coposul e CristalCopos também desempenham a mesma atividade.

Fomento a cidadania

A CCS também atua com orientações para reciclagem em escolas. Um dos projetos, inclusive, teve início em Içara. A ação, que teve início em 2015, consiste na doação de legos para escolas.

A empresa içarense presta há 25 anos serviços na cidade, na região, tendo também clientes no Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. “Içara se tornou um importante polo na região, a localização privilegiada permite que tenhamos desenvolvimento, expansão para novas máquinas e clientes, além de outros benefícios. Nos sentimos satisfeitos por contar com nossa empresa aqui”, finalizou Reginaldo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.