Içara: períodos de estiagem e clima quente preocupam produtores de milho

Agricultores estão contabilizando os ganhos da Safra e terminando o plantio da Safrinha. Falta de chuva poderá prejudicar na produção

- PUBLICIDADE -

As temperaturas elevadas e a falta de chuva têm deixado os produtores de milho em alerta. Nenhum prejuízo foi registrado até o momento, no entanto, a umidade do solo é fundamental para o bom desenvolvimento do grão, alerta o engenheiro agrônomo da Epagri de Içara, Luís Fernando Búrigo Coan. Conhecida como “Safrinha”, esse é o segundo plantio da cultura que será colhido do mês de abril. “Pelos dias mais longos e quentes, o solo está mais seco. Para o desenvolvimento da cultura, cada planta precisa de aproximadamente um litro e meio de água. Nós estamos com noites bem quentes acima de 20ºC”, explica.

O clima ideal para o cultivo durante o dia pode variar entre 25ºC e 30ºC e no período noturno, de 16ºC a 20ºC. Ainda conforme o Engenheiro Agrônomo, estudos comprovam que a cada dez dezembros, seis dão períodos de seca. “São dias quentes com muito calor que provocam a estiagem. A safrinha está começando agora e por isso ainda não registramos nenhuma perda”, complementa.

- PUBLICIDADE -

Confira a matéria completa na edição do Diário de Notícias de terça-feira, 8.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.