Içara: Associação Empresarial defende preservação de áreas industriais

Recomendações preventivas foram encaminhadas à Comissão Temporária de Acompanhamento, Avaliação e Tramitação do Plano Diretor da Câmara Municipal de Içara.

- PUBLICIDADE -

A Associação Empresarial de Içara vai acompanhar a continuidade dos debates sobre o Plano Diretor com atenção especial às zonas industriais devido a possibilidade de alteração para zonas mistas ou residenciais. Recomendações preventivas foram encaminhadas à Comissão Temporária de Acompanhamento, Avaliação e Tramitação do Plano Diretor da Câmara Municipal de Içara. Além disso, também foram remetidas às secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico; Planejamento e Desenvolvimento Urbano.

“A importância de manter estas zonas se faz necessário à medida que muitas indústrias já estão instaladas nestas áreas e com planos de expansão. Logo, caso modifiquem sua natureza (para Zonas Mistas ou Residenciais), a operação, logística e expansão destas empresas sofreriam danos irreparáveis, correndo o risco de encerrarem suas atividades no município”, indica o presidente Ramiro Cardoso. O envio do documento foi uma solicitação feita por industriais associados preocupados com o impacto.

- PUBLICIDADE -

Além da preservação das áreas industriais, a instituição também entende que deve ocorrer o melhor aproveitamento do território e expansão destes locais com o objetivo de potencializar as atividades econômicas na cidade sem invadir áreas urbanas e de preservação ambiental. O Plano Diretor Participado de Içara foi encaminhado pelo Poder Executivo ao Legislativo em março de 2018 e segue em tramitação na Câmara Municipal, onde ainda poderá ser submetido a análises e audiências públicas.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.