Gilson Kleina e os elogios ao time

Treinador comemora primeira vitória na Série B e postura apresentada pela equipe

Foto: Daniel Búrigo/Tribuna de Notícias
- PUBLICIDADE -

Lucas Renan Domingos

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Demorou, mas ela veio. O Criciúma finalmente conseguiu conquistar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro da Série B neste ano. O motivo para o feito? A mudança de postura da equipe do Tigre em relação ao jogo contra o Atlético-GO, quando foi derrotado pelo placar de 3 a 1.

“A conversa que tivemos com o grupo, fomos fracos. Eles deram a resposta. A torcida saiu satisfeita pela entrega”, analisou o técnico Gilson Kleina. E o Criciúma foi realmente superior. No primeiro tempo, o Tigre teve as melhores oportunidades, conseguiu neutralizar as jogadas do Guarani e o gol saiu de um belo chute de Léo Gamalho.

“Tivemos dois tempos distintos. No primeiro volvamos volume, intensidade, velocidade. Não seria demérito se tivéssemos feito dois ou três gols ainda no primeiro tempo. Depois sofremos a expulsão. Mas a equipe conseguiu segurar a bola na frente. Soube sofrer. Três pontos importantes que dá a confiança para todos”, apontou o treinador.

Difícil foi segurar o resultado. O Criciúma teve que jogar quase todo o segundo tempo com um jogador a menos, quando Derlan foi expulso – depois, Matheusinho também levou o vermelho pelo lado do Bugre. Conseguir superar a desvantagem, foi o grande mérito do Tigre, afirmou Kleina.

“Vitória da raça, da gana. Espero que isso possa nos alavancar para ter uma sequência de resultados positivos. È isso que a gente espera”, projetou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.