Expo Revestir: Manfredo Gouvêa Júnior é o novo presidente da Anfacer

A posse de Manfredo e do novo Conselho de Administração da instituição será programada para abril e o mandato tem duração de um ano.

Foto: Pepe Guimarães/Divulgação Anfacer
- PUBLICIDADE -

O diretor executivo da Cerâmica Elizabeth, Manfredo Gouvêa Júnior, foi eleito para a presidência do Conselho de Administração da Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (Anfacer) durante Assembleia Geral Ordinária da entidade na manhã desta quarta-feira (13), durante a Expo Revestir, em São Paulo.

A posse de Manfredo e do novo Conselho de Administração da instituição será programada para abril e o mandato tem duração de um ano. O trabalho será de consolidar e buscar fortalecer as ações da instituição com 57 associados, projeta o novo presidente.

- PUBLICIDADE -

“Encaro esse grande desafio com muita alegria e vontade de fazer bem feito. É um trabalho de continuidade no sentido de oferecer condições para que as indústrias cerâmicas brasileiras possam apresentar os seus trabalhos, fornecer todo o apoio associativo e corporativo, trabalhando em busca da união do setor em temas importantes. Com atenção ao relevante serviço prestado de fomento aos canais de exportação e em cima da formalidade técnica e a capacitação dos profissionais envolvidos no processo”, detalha.

Natural de João Pessoa (PB) e cidadão honorário de Criciúma, Manfredo atua na indústria de revestimentos cerâmicos há 11 anos, quando recebeu o convite para comandar a unidade de negócio do Grupo Elizabeth em Santa Catarina e administrar o relacionamento nas regiões Sul e Sudeste. O empresário possui formação em Direito e foi secretário-chefe da Casa Civil e secretário da Ação Governamental do Estado da Paraíba.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.