Expo Revestir: arquitetos de Criciúma buscam inspiração na feira

Cerca de 20 arquitetos e designers de interiores visitaram a exposição em uma viagem de imersão

Foto: Matheus Reis/DN
- PUBLICIDADE -

Matheus Reis

São Paulo (SP)

- PUBLICIDADE -

Por trás de cada lançamento feito pelas mais de 150 empresas que estão expondo na 17ª edição da Expo Revestir, em São Paulo, há muito trabalho: pesquisa, criatividade, criação, correção… Mas é só assim para que o resultado final surpreenda, como tem ocorrido. Desde terça-feira, 12, milhares de pessoas já passaram pelos estandes montados no Transamérica Expo Center, na Capital paulista. Nesta quinta-feira, 14 foi a vez daqueles que, com os resultados das empresas, realizam grandes obras: os arquitetos e decoradores.

Os dois últimos dias da Revestir, ou seja, quinta e sexta-feira, 14 e 15 de março, são chamados de “Criative Days” porque convidam estes profissionais a buscar inspiração para os projetos que idealizarão ao longo de 2019. A região de Criciúma também marcou presença na feira. Cerca de 20 arquitetos e designers de interiores visitaram a exposição em uma viagem de imersão programada em parceria pela Pasetto Pisos e Acabamentos e o Clube da Decoração e Arquitetura (CDA) de Criciúma.

Novas experiências

De acordo com o presidente do CDA, Tiago Pasetto, estar na Expo Revestir faz com que os profissionais aprimorem conhecimentos e adquiram novas experiências. “Isto ocorre, sobretudo, porque tudo que há de mais novo no setor está na Revestir. Isso é muito importante para o cliente final porque ele é uma pessoa que precisa de produtos de qualidade na casa e procura diferenciais que não vão encontrar em qualquer lugar”, destaca Pasetto.

O arquiteto Eduardo Bittencourt confirma que a feira serve de inspiração para aquilo que será projetado ao longo do ano. Esta é a oitava vez que ele carimba presença da Expo Revestir. “Eu venho atrás de novidade, de lançamento no mercado e venho representar meus clientes. No resultado final saem trabalhos bem elaborados seguindo tendências que encontramos aqui. Vindo pra cá ficamos na frente porque sempre surgem novas ideias. É até melhor de fazer projetos porque voltamos com a cabeça mais aberta”, garante o arquiteto.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.