Em duas horas, 9º Batalhão da PM dá fim a três pontos de tráfico em Criciúma

Em trabalho integrado entre a inteligência Polícia Militar e as guarnições do 9º BPM, três pontos de tráfico de drogas são localizados em Criciúma, com diversas pessoas presas e apreendidas com drogas, smartphones e dinheiro

- PUBLICIDADE -

Em trabalho integrado entre a inteligência Polícia Militar e as guarnições do 9º BPM, três pontos de tráfico de drogas são localizados em Criciúma, com diversas pessoas presas e apreendidas com drogas, smartphones e dinheiro. A primeira ocorrência foi registrada no bairro São João, às 21h57min. Quando a guarnição chegou ao local visualizou três homens tentando fugir após ordem de abordagem, entrando em uma residência. Após busca domiciliar foi localizada certa quantidade de maconha, crack e cocaína.

Quase no mesmo instante, o segundo registro foi às 21h58min, no bairro Wosocris. Quando a PM chegou ao local avistou dois homens tentando fugir após ordem de abordagem, entrando também em uma residência. Foi preso do traficante W.M.D.S.O, de 21 anos, que depois de buscas feitas na casa foi localizada certa quantidade de crack (17 buchas fracionadas de quatro gramas), além da quantia de R$ 217,00. W. foi encaminhado para a Delegacia de Polícia. O outro homem, de 19 anos, não foi preso, já que não tinha nada em seu desfavor.

- PUBLICIDADE -

A terceira ocorrência foi no Centro da cidade, a rua Araranguá. Fato foi às 23h57min. Um homem foi abordado na frente de sua residência em posse de um torrão de maconha, de 35 gramas. Trata-se de F.R.A.A.R., de 57 anos, que ao ser questionado, o mesmo informou que possuía mais droga em sua casa. Em busca, foi localizada outra quantia de maconha, em cima do seu guarda-roupa. Foi encontrado um total de 758 gramas, uma balança de precisão e a quantia de R$ 719,00. F. foi encaminhado para a Delegacia de Polícia.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Maíra Rabassa
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.