Desejo antigo do treinador

Diante do América-MG, técnico Gilson Kleina deve repetir escalação utilizada no último jogo

Foto: Daniel Búrigo/Tribuna de Notícias
- PUBLICIDADE -

Lucas Renan Domingos

Criciúma 

- PUBLICIDADE -

Desde quando chegou ao Criciúma, o técnico Gilson Kleina tem encontrado um problema: repetir a escalação. Nos últimos meses o Tigre veio sofrendo com uma série de lesões o que chegou a fazer o técnico tentar até mesmo novas formações táticas na equipe. “Tivemos que ir testando”, disse o treinador ao ser questionado sobre o assunto após o empate com a Ponte Preta na semana passada.

Até então, Gilson Kleina comandou o Tricolor em 11 jogos e conseguiu repetir a escalação apenas uma vez. O time titular utilizado contra a Chapecoense no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil foi o mesmo colocado em campo diante do Avaí na partida seguinte, na semifinal do Campeonato Catarinense contra o Avaí. Os titulares nos dois jogos foram Bruno Grassi, Maicon, Sandro, Derlan e Marlon, Jean Mangabeira, Wesley e Caíque, Vinícius, Andrew e Reis.

“Quando nós perdemos o Léo Gamalho no jogo contra o Avaí, estávamos começando a ter uma forma de jogo. Daí lesiona o Léo Gamalho, lesiona o Eduardo, lesiona o Carlos Eduardo”, elencou o Kleina. “O futebol é simples, mas quando você não consegue manter a forma de jogo, a plataforma, você não tem um conjunto, um entrosamento”, emendou.

Prova disso foi que o Criciúma, na semifinal do Campeonato Catarinense, apresentou um bom futebol. Só foi eliminado pelo Avaí, que tinha a melhor campanha na competição, nas cobranças de pênalti, sendo melhor que os donos da casa no tempo regulamentar. “Então se a gente puder manter mais essa forma de jogo, nossa equipe fica mais consistente”, analisou o técnico.

Kleina encaminha a equipe

E o desejo do treinador de repetir a escalação de um jogo para outro pode acontecer pela segunda vez desde quando assumiu o Tigre. É que, pelo treino realizado ontem no Centro de Treinamentos Antenor Angeloni, ele deve colocar em campo contra o América-MG a mesma equipe que iniciou a disputa diante da Ponte Preta. Uma formação que agradou Kleina.

“O time preencheu mais o meio, conseguiu trabalhar por um lado e terminar por outro. Vi os números (contra a Ponte Preta) e tivemos mais posse de bola, mais condições de finalizar. Melhoramos a qualidade de passe”, detalhou o técnico.

Se Kleina manter o time que treinou ontem, a equipe para enfrentar o América-MG deve ter Paulo Gianezini, Maicon, Léo Santos, Sandro e Caíque, Adilson Goiano, Wesley, Eduardo e  Daniel Costa, Vinícius e Lúcio Flávio.

“Vamos ter cuidado, vamos pegar uma equipe que trocou seu treinador, que vem de duas derrotas. Mas é cada um com seus problemas. Espero que a gente possa evoluir, manter essa consistência, criando mais e que a gente saia vitorioso”, projetou o treinador.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.