Criciúma: Serviço Aeromédico caminha para a sua implantação na região

Reunião ocorreu na Unesc nesta terça-feira

- PUBLICIDADE -

Os responsáveis pela implantação do Serviço Aeromédico no Sul de Santa Catarina se reuniram mais uma vez na Unesc para estudar e implantar o projeto na região. Na tarde desta terça-feira (25/6), os integrantes da comissão planejaram a realização de uma simulação realística de um acidente com o atendimento do Saer (Serviço Aeropolicial).

A ação acontecerá no dia 7 de julho no Parque das Nações Cincinato Naspolini, em Criciúma, e envolverá a simulação de um acidente com múltiplas vítimas. O objetivo do trabalho é de conscientizar a população e os entes governamentais sobre a necessidade da implantação do Serviço na região. “Será uma ação bem realística, em que vamos verificar o tempo resposta para os atendimentos entre o transporte do serviço aéreo e o serviço terrestre para os hospitais, além de estudar outros pontos para a implantação”, comenta a secretária da comissão e coordenadora do CER (Centro Especializado em Reabilitação) II da Unesc, Mágada Tessmann.

- PUBLICIDADE -

Conforme o coordenador da comissão e vereador de Criciúma, Tita Beloli, o serviço a simulação visa a conscientização para a iniciativa do Serviço Aeromédico. “Com essa simulação nós buscamos mostrar para a população a importância desse serviço, o quanto ele beneficiará a região, atingindo quase um milhão de pessoas”, coloca.

A ação contará com o apoio de acadêmicos e professores da Unesc, do Saer, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Hospitais da cidade e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Estudos para a implantação

A reunião na Unesc contou com representantes de todas as entidades que compõem a comissão que estuda a implantação do Serviço na região. Atualmente, o grupo realiza estudos de custos, meios de implantação e modelos de atuação e gestão. Caso seja implantado, o serviço atuará desde Passo de Torres até Imbituba, correspondendo a 50 municípios da Amesc (Associação de Municípios do Extremo Sul Catarinense), Amrec (Associação de Municípios da Região Carbonífera) e Amurel (Associação de Municípios da Região de Laguna).

A comissão é formada por membros da Unesc, Câmara de Vereadores de Criciúma, Corpo de Bombeiros, Saer, Amrec, Amesc, Amurel, Acic, Samu e Prefeitura de Criciúma.

O Saer é um serviço da Polícia Civil que chegou ao Sul catarinense em novembro de 2016 e atua em questões plenas de segurança e situações emergenciais de saúde.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.