Criciúma: recurso leva mais conforto a idosos no São José

Aquisição de aparelhos vai possibilitar que pessoas acima dos 60 anos tenham uma permanência mais confortável no hospital

- PUBLICIDADE -

Bruna Borges
Criciúma

As pessoas com mais de 60 anos e que precisam de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Hospital São José, de Criciúma, agora terão mais conforto ao realizar seus tratamentos, procedimentos ou até mesmo durante os dias de internação.

- PUBLICIDADE -

Com um recurso de R$ 394.340,17, conquistado via destinação de Imposto de Renda de empresas, a unidade hospitalar conseguirá colocar em prática o projeto “Tratamento especializado aos pacientes idosos do Hospital São José”.

De acordo com a analista de projetos do hospital, Maria Dione Gomes Antunes, o dinheiro será utilizado para a aquisição de uma série de aparelhos que farão a diferença para os pacientes da terceira idade.

“Nós vamos comprar um aparelho para a cirurgia de próstata. Também vamos adquirir um manipulador uterino, que é utilizado para a cirurgia da bexiga baixa. Muitas mulheres, quando ficam mais idosas, têm que fazer essa cirurgia da bexiga baixa e esse manipulador deixa o procedimento mais confortável para elas”, explica.

Além de equipamentos cirúrgicos, o recurso também possibilitará ao hospital oferecer outros utensílios visando a qualidade da estadia das pessoas acima dos 60 anos. “Serão comprados colchões pneumáticos e protetores de calcâneo, muito importantes para aqueles que ficam mais dias internados. Esses protetores são utilizados para evitar que se criem bolhas no calcanhar, o que acaba sendo comum quando eles estão acamados”, comenta.

Outro benefício que está incluso nesse pacote é a instalação de aparelhos de ar-condicionado no setor de oncologia adulta. “Eu acredito que 80% dos pacientes que precisam de internação na oncologia são adultos e a climatização vai beneficiar muito a estadia deles durante esse processo de tratamento”, afirma Maria Dione.

Os quase R$ 400 mil ainda possibilitarão a compra de um outro aparelho que faz a limpeza dos acessos para pacientes que passaram por traqueostomia, melhorando a ventilação do ar, guindastes para fazer a transferência dos idosos das cadeiras de rodas para as camas, resultando em um processo menos doloroso, e, ainda, a aquisição de 10 novos aparelhos de bipap, necessários no auxílio à respiração.

“O hospital hoje tem 10 aparelhos de bipap e com esse recurso nós vamos conseguir comprar mais 10, vai ser uma ajuda bem grande, porque a procura de pacientes com problemas de pulmão é bem grande, eles utilizam bastante esses aparelhos”, pontua a analista de projetos.

Mais informações de como ajudar na reportagem das páginas 10 e 11 do Tribuna de Notícias desta segunda-feira.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.