Criciúma: projeto estimula ciências, comunicação e mídias

Essa é a ideia do projeto Educação Maker que se iniciou no Sesi. As atividades têm como objetivo estimular a ação conjunta entre os alunos no contraturno escolar.

- PUBLICIDADE -

O aprendizado pode ficar muito mais fácil quando colocado em prática. Essa é a ideia do projeto Educação Maker que se iniciou no Sesi. As atividades têm como objetivo estimular a ação conjunta entre os alunos no contraturno escolar. São três áreas de atuação por onde o conhecimento vai passar: Ciências, comunicação e mídias, e tecnologia e robótica. Segundo o coordenador de Educação Básica, Rodrigo Brandelero, as oficinas da Educação Maker foram desenvolvidas para estimular competências para o Século XXI.

“Na metodologia STEAM atuamos no pensamento linguístico, matemático, científico e tecnológico, além das habilidades socioemocionais de crianças e jovens. Nas oficinas de contraturno, são disponibilizados para os estudantes recursos, dos mais simples aos mais sofisticados, para experimentos e aprendizagens”, explica ele.

- PUBLICIDADE -

As atividades serão realizadas de abril a novembro deste ano e com uma carga horária de 80h. O projeto é tido como uma evolução da cultura Maker aplicada na educação, e em Santa Catarina o Sesi é pioneiro neste desenvolvimento. “Processos de aprendizagem alinhados aos desafios do mundo contemporâneo do trabalho e da indústria formam o Educação Maker”, completa Rodrigo.

Dentro de comunicação e mídias os alunos poderão encontrar temáticas ligadas ao cinema, teatro, fotografia, mídias digitais, produção escrita e prototipagem. Já as ciências englobarão o conhecimento científico aplicado, design, construção, prototipagem e ciência na cozinha. Tecnologia e robótica terão como foco uso de programação, scratch, robótica lego, arduino e computação na programação.

Uma atividade em alusão a Educação Maker já foi realizada. Pais e filhos tiveram que criar pontes de espaguete que tinham que suportar o próprio peso e objetos de até 1 kg. “Depois da dinâmica foi possível explicar as habilidades e competências necessárias para atuar nas três áreas apresentadas pelo projeto”, conta o coordenador.

Matrículas abertas

Podem participar dos cursos jovens de 10 a 15 anos, podendo ser alunos ou não do Sesi Escola. Os pais que estão na indústria têm desconto especial. As matrículas estão abertas e podem ser feitas através do link http://marketing.sesisc.org.br/makercontraturno. Mais informações podem ser obtidas através do telefone e Whatsapp (48) 3431-7127 .

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.