Criciúma: Prefeitura dá início à mutirão de pequenas cirurgias

Ação começou no 24h do bairro Boa Vista e visa acabar com as filas de espera para pequenos procedimentos

- PUBLICIDADE -

A Prefeitura Criciúma, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta semana o mutirão de pequenas cirurgias nas unidades ligadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). O 24h do bairro Boa Vista, Policlínica do Rio Maina e a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Brasília contam com cirurgiões capacitados para atender os pacientes.

São mais de 1,3 mil tipos de procedimentos, como a retirada de cisto epidérmico, lesões de pele, calo plantar, entre outros. Para realizar uma pequena cirurgia é necessário fazer agendamento nas UBS e aguardar o contato da Central de Regulação da Secretaria Municipal da Saúde.

- PUBLICIDADE -

De acordo com o coordenador da Central de Regulação, Cláudio Rosso Netto, a ausência de pacientes às consultas agendadas é uma barreira que precisa ser enfrentada. “Marcamos dez pacientes para um profissional no 24h do Boa Vista e somente cinco compareceram. É difícil resolver a questão das filas se as pessoas não comparecem às consultas”, afirma.

“Entre as filas que existem na saúde, a de pequenas cirurgias ultrapassam um número significativo. Nós temos três locais definidos, estrategicamente, para retirar essas pessoas das filas. São procedimentos pequenos, que se não houver tratamento pode piorar a saúde das pessoas. Estamos também iniciando o processo para acabar com a espera de consulta com especialistas e exames”, comenta o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande.

Número de consultas de pequenas cirurgias:

24h Boa Vista: 56 procedimentos por semana e 224 ao mês.

Policlínica Rio Maina: 40 procedimentos por semana e 160 ao mês.

UBS Brasília: cinco procedimentos por semana e 20 ao mês.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.