Criciúma: inscrições para eleição de novos membros do Conselho Tutelar encerram sexta-feira

Interessados podem se inscrever na Secretaria Executiva do CMDCA de Criciúma, no segundo piso do Paço Municipal Marcos Rovaris

- PUBLICIDADE -

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Criciúma encerra nesta sexta-feira (24) as inscrições para o edital nº 002/2019/CMDCA, que visa a escolha de 10 membros para atuar no Conselho Tutelar de Criciúma. Os interessados podem se inscrever na Secretaria Executiva do CMDCA de Criciúma, das 8h às 17h, no segundo piso do Paço Municipal Marcos Rovaris.

De acordo com o edital nº 002/2019/CMDCA, o mandato dos novos conselheiros será de quatro anos, com salário de R$ 3.306,10 e carga horária de 40 horas semanais. Após se inscreverem às vagas, os candidatos passarão por capacitação e farão uma prova eliminatória de conhecimentos específicos. O método de escolha dos membros do Conselho Tutelar conta, ainda, com a apresentação dos candidatos habilitados, em sessão pública, e eleição pelo voto facultativo e secreto de eleitores.

- PUBLICIDADE -

O processo eleitoral está programado para o dia 6 de outubro, das 8h às 17h, e os eleitos serão conhecidos no dia 7 de outubro. A Comissão Especial Eleitoral (CEE) divulgará os locais de votação até o dia 5 de setembro. O pleito poderá contar com a participação de eleitores aptos no cadastro da Justiça Eleitoral de Criciúma, fornecido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Conforme o edital nº 002/2019/CMDCA, os profissionais ficam sujeitos a períodos de sobreaviso, inclusive, nos finais de semana e feriados. Os requisitos para concorrer às vagas, além do calendário da inscrição para o processo de escolha dos membros, estão disponíveis no edital, no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do Governo de Criciúma do dia 18 de abril de 2019. Mais informações através do telefone (48) 3431-0491.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.