Araranguá: FAMA e Planejamento realizarão corte de árvores

Serão cortadas árvores exóticas que estão causando problemas nas ruas devido aos galhos que batem na rede elétrica, as raízes tocando na rede pluvial e o montante de folhas entupindo as bocas de lobo.

- PUBLICIDADE -

Ipês Amarelos substituirão espécies exóticas plantadas sem laudo técnico. A ação iniciará na Avenida Engenheiro Mesquita, depois nas Praças Hercílio Luz, no centro, e Sagrada Família no bairro Cidade Alta; nas Avenidas 7 de Setembro e Padre Antônio Luiz Dias.

Segundo o diretor da Fundação Ambiental do Município de Araranguá, Luiz Leme, serão cortadas árvores exóticas que estão causando problemas nas ruas devido aos galhos que batem na rede elétrica, as raízes tocando na rede pluvial e o montante de folhas entupindo as bocas de lobo.

- PUBLICIDADE -

“As primeiras que serão cortadas serão os jamelões que já estão suprimindo as árvores ao lado”, destaca Luiz. Estas árvores podem chegar até dez metros de altura. Os frutos arroxeados quando maduros, provocam manchas em calçados, tecidos, mãos, pinturas de veículos, além de deixaram calçadas e pista de rolamento escorregadias.

Luiz explica que já foram plantadas Ipês, visando substituir gradativamente as antigas árvores. O secretário de Planejamento, Indústria e Comércio do Município, doutor Francisco Diello, revela que “há um plantio desordenado por parte de alguns moradores, que não consultam os técnicos da FAMA. Elas podem causar problemas no trânsito, além de obstruir vias”, destacou.

Espécies como Espatodea, Amendoeira ou Chapéu de Sol, Pinus, Eucaliptus não são indicadas para o plantio em áreas urbanas. Quem for plantar deve consultar a FAMA para evitar no futuro o corte da árvore. “Através do planejamento urbano é que pensaremos no futuro para não haver problemas no futuro”, finaliza Diello.

Os trabalhos de corte estão condicionados ao tempo.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.