Ex-prefeita de Bombinhas é pré-candidata a deputada estadual

Ana Paula da Silva (PDT) visitou o Sul do Estado

Foto: Marciano Bortolin/DN
- PUBLICIDADE -

Bruna Borges

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Ana Paula da Silva (PDT), ex-prefeita de Bombinhas, chegou ao Sul do Estado neste domingo, 15, e nesta segunda-feira, 16, percorreu os veículos de comunicação de Criciúma para divulgar a pré-candidatura a deputada estadual. Paulinha, como é conhecida, se descompatibilizou do cargo de prefeita, para o qual foi reeleita em 2016 e saiu com aprovação maciça da população. “Fiquei desconfortável com a renúncia, por que me apeguei muito à equipe da Prefeitura. Trabalhava 12 horas por dia, então, eles acabaram se tornando como se fossem da minha família”, ressalta.

Apesar da falta que sente do trabalho no Executivo, Paulinha entende que o crescimento na política é inevitável. “A comunidade mesmo começou a apoiar para que eu caminhasse para frente. Como deputada, terei mais condições de ajudar a cidade. Além disso, estou convencida de que não farei mais falta como prefeita, pois a Prefeitura ficou com uma equipe muito boa”, elogia.

Taxa de Preservação Ambiental

A criação da Taxa de Preservação Ambiental é a ação mais famosa da ex-prefeita. “Foi um divisor de águas para a preservação ambiental de Bombinhas. No começo foi indigesta, porque já temos uma alta carga tributária e as pessoas não querem pagar mais. Porém, hoje 98% da população e 79% dos turistas aprovam, pois com a taxa foi possível investir em limpeza e conservação”, explica.

Paulinha teve a ideia da taxa tirando como exemplo iniciativas do Morro de São Paulo, Fernando de Noronha e Ilha Bela. No entanto, segundo ela, o modelo que existe em Bombinhas é único.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.