Orleans: Caminhões serão proibidos de trafegar na SC-390

Saída para Pindotiba será bloqueada para veículos pesados, para a execução dos trabalhos de drenagem e pavimentação da Rua Edgar Cunha

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Orleans

Em virtude dos avanços da obra de revitalização e pavimentação da Rua Edgar Cunha, em Orleans, o acesso para as comunidades de Santa Clara e Pindotiba será modificado. A partir desta quarta-feira, 11, a SC-390 será fechada para caminhões e outros veículos pesados.

- PUBLICIDADE -

A alteração é necessária para as obras de escavação da via e colocação de drenagens, até o trecho em que termina o calçamento e inicia a pavimentação asfáltica da rodovia.

O prefeito Jorge Koch entende ser este um sacrifício necessário, tendo em vista a qualidade da obra e a segurança das pessoas. “Conversamos com os engenheiros e nosso pessoal da infraestrutura e nos garantiram que, se o trânsito não for interrompido, corre-se o risco de acidentes no local”, afirma, ressaltando que o desvio está patrolado e com boa camada de areão, preparado para receber o fluxo de veículos.

Já o vice-prefeito Mário Coan está satisfeito com o andamento da obra e diz que conversa constantemente com o diretor da BCL, Gim Librelato, que garante que a obra será entregue até dezembro. “Vai ficar uma bela obra de arte”, conclui.

Fechamento

O fechamento da rodovia inicia a partir desta quarta-feira e será diário, das 7h30min às 18h. A equipe de engenharia não definiu a data de encerramento do bloqueio, mas a previsão de reabertura é de até 45 dias, dependendo das condições climáticas.

O acesso secundário sugerido é pela margem direita do Rio Tubarão, em um trajeto de dez quilômetros.

Imagem: Divulgação/Prefeitura de Orleans
-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Orleans

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.