Morre dona Vita Barato

Dona Vita é esposa de um dos fundadores da Satc, o minerador Fidelis Barato e atuava em diversos projetos sociais

Foto: Portal Sulinfoco
- PUBLICIDADE -

Morreu na tarde deste sábado (7) Idalina Silvestre Barato, 89 anos, a dona Vita Barato. Ela estava internada no Hospital São João Batista, em Criciúma. O velório ocorre no Cemitério Municipal de Criciúma, no bairro São Luiz. O sepultamento será neste domingo (8), às 15h30.

 

- PUBLICIDADE -

Casada com o minerador Fidelis Barato, já falecido, deixa cinco filhos. Barato foi um dos fundadores, em 1959, da Satc.

 

Dona Vita é natural de Lauro Müller e, mesmo morando em Criciúma desde jovem, não deixou sua terra natal. É em Lauro Müller onde a Carbonífera Catarinense tem sua sede e onde dona Vita implantou um de seus grandes projetos sociais, a Associação Anjos Mineiros, que atua junto à comunidade local.

 

Antes, dona Vita já havia atuado junto à fundação da Afasc, do Bercinho do Amor e do Lions Clube Rainha do Sul. Outra de suas paixões era a culinária. Cozinheira de mão cheia, dona Vita fez a alegria de muitas famílias criciumenses que encomendaram seus bolos. Em dezembro de 2004 recebeu o título de Cidadã Honorária de Criciúma pelos serviços prestados à sociedade.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Por: Redação DN Sul
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.