LEO Clube: Trabalho pautado em liderança e ações

Reconhecidos mundialmente, esses clubes reúnem jovens de 12 a 30 anos, atuando na formação de líderes e em prol da comunidade. Na região, são mais de 200 associados

Foto: Divulgação
- PUBLICIDADE -

Criciúma

Voltado a oferecer aos jovens uma oportunidade de desenvolvimento e de contribuição com a comunidade, os LEOs Clubes têm se consolidado como organizações importantes para a sociedade atual. Hoje, exatamente 61 anos após a fundação do primeiro, esse programa ligado ao Lions Clube Internacional se espalha pelo mundo como uma referência. Apenas na região são quase dez clubes e mais de 200 associados, que promovem ações voltadas à formação dos próprios participantes e para o bem-estar coletivo.

- PUBLICIDADE -

Segundo o vice-presidente do Distrito LEO L D-9, que abrange desde o Sul do estado até Lages, José Renan Moraes Cadorin, o principal objetivo e diferencial do LEO é formar jovens líderes. “Como cada clube tem uma diretoria, é aí que já vão se formando as lideranças, com toda uma estrutura organizacional e com um trabalho em prol da comunidade. Alguns se voltam mais à liderança interna, enquanto outros têm foco em campanhas externas”, explana.

Confira a reportagem completa na edição desta quarta-feira, 5, do jornal Diário de Notícias. 

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.