Artista criciumense recebe comenda internacional

Manoel da Silva foi homenageado pela Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos pelos trabalhos com reciclagem e meio ambiente

Foto: Thiago Oliveira
- PUBLICIDADE -

Criciúma

O artista plástico Manoel da Silva recebeu o título de comendador e embaixador da paz da Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos (OMDDH). O criciumense foi homenageado com a comenda internacional Diplomata Ruy Barbosa “O Águia de Haia”, em razão dos trabalhos desenvolvidos com reciclagem e o meio ambiente.

- PUBLICIDADE -

“Tenho muitos amigos no Facebook, de São Paulo e Rio de Janeiro, que participam de projetos assim. E um deles conheceu minha técnica, que é diferenciada, e me indicou para ser comendador da organização”, afirma o artista plástico.

Manoel trabalhou como mineiro durante 22 anos. Aposentado há 14, encontrou na arte, um novo hobby. Com uma técnica criada por ele mesmo, as obras literalmente saem da tela. Com a utilização de argamassa, os quadros possuem um efeito 3D. Talento que o levou para o Artcom Expo International, um catálogo da Noruega que reúne trabalhos de artistas de 17 países.

“Eu queria fazer algo diferenciado e desenvolvi essa técnica”, relata o artista, que leva cerca de 15 dias para produzir cada quadro.

Manoel também foi premiado no Rio de Janeiro com um trabalho em escultura. Ele ganhou a medalha de bronze Sociedade Brasileira de Belas Artes com a Nossa Senhora Aparecida feita com garrafa pet.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar
Em: Criciúma

NOTA: O TN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.