- PUBLICIDADE -

Tiago Monte

Criciúma

- PUBLICIDADE -

Sorridente. Assim está o bairro Próspera, após a conquista da Serie C do Catarinense pelo Time da Raça, no último domingo. Ausente do futebol profissional por 13 anos e fadado até ao fechamento, em muitos momentos da história recente, o Próspera renasceu das cinzas. E o reflexo está no movimento do clube. Maior número de camisas vendidas, procura por associação e até mesmo uma visita para parabenizar os dirigentes pela conquista. Tudo isso virou rotina desde o último domingo. “Eu tenho sentido uma frequência maior no estádio. Muitas pessoas nos parabenizando e adquirindo camisas. Hoje pela manhã (Ontem) mesmo vendemos várias camisas. Esses dias, uma senhora comprou duas camisas e enviou para Portugal”, comentou o presidente, Dorval Arriola Rodrigues.

O mandatário do clube sentiu a mudança no semblante do bairro já no momento que a carreata da vitória adentrou as ruas da região prosperana. “Surpreendeu bastante. No momento que o caminhão do Bombeiros entrou aqui na rua da Praça da Chaminé e a gente viu muitas famílias nas calçadas aguardando a gente. Aquilo ali deu um impacto diferente. Me impressionou. Conforme o caminhão subia a rua, a gente enxergava a multidão que estava na frente do estádio. Isso ali pelas 21 horas”, ressaltou.

A força do Time da Raça está mais viva do que nunca. “Quando eu vi tanta gente nas ruas e na própria Praça da Chaminé, eu percebi que estava diferente. A marca do clube e a história são fortes. Isso vai dando cada vez mais força para a gente”, completou Dorval.

Na linha de reforço da autoestima do clube, Dorval quer implementar a mesma linha de raciocínio da gestão da Federação Catarinense de Futebol (FCF). “Nessa gestão do Rubens (Angelotti, presidente da FCF), tem um slogan que eu gostei muito: ‘Respeito, transparência e renovação’. Vamos implantar essa linha de raciocínio aqui no clube também e isso colabora com a autoestima do clube”, explicou.

-- PUBLICIDADE --
Compartilhar

NOTA: O DN Sul não se responsabiliza por qualquer comentário postado, certo de que o comentário é a expressão final do titular da conta no Facebook e inteiramente responsável por qualquer ato, expressões, ações e palavras demonstrados neste local. Qualquer processo judicial é de inteira responsabilidade do comentador.